Quais são as tendências em e-commerce para os próximos anos?

em Artigos, Dicas e novidades, E-commerce.

Então você quer saber o que o futuro reserva para seu e-commerce? Sente-se, beba uma água, sinta-se em casa e esteja preparado para previsões. Mas antes, saiba que – infelizmente – não temos nenhuma bola de cristal por perto. Nossas informações foram baseadas em pesquisas e artigos focados na área.

 

Portanto, pegue um caderninho e comece a anotar nossas dicas – elas serão importantes para o futuro:

 

// Mobile First

Essa tendência já é mais do que uma realidade. Cada vez mais as pessoas estão utilizando o smartphone para efetuarem compras. Um relatório da BI Intelligence apontou que em 2020 as compras feitas por mobile representarão pelo menos 45% do total de e-commerce nos Estados Unidos. No Brasil, atualmente, 24% de lojas eletrônicas já possuem sites responsivos – o que aumenta ainda mais os acessos por meio de dispositivos móveis e, também, as compras realizadas por meio deles.

 

// Chatbots

Com os chatbots o atendimento ao cliente passa por uma reformulação. Futuramente, os “robôs” conseguiram conversar com os usuários com mais naturalidade – como se um humano estivesse por trás da tela. E isso com certeza afetará os e-commerces. Por isso, quanto mais cedo você pesquisar sobre eles e implantá-los, melhor, assim sairá na frente de seus concorrentes. Quer saber mais sobre eles? Confira nosso artigo.

 

// Assistentes digitais

Alexa, Siri, Cortana e o Amazon Echo mostram que os assistentes pessoais virtuais estão chegando para ficar. Se eles conseguem trazer informações importantes e interagir com os usuários e suas casas, acredita-se que no futuro essa tecnologia também ajudará a efetuar compras.

 

Basta só dizer “comprar x” e o produto chegará em casa em pouco tempo. Quer um exemplo? Os botões criados pela Amazon que, com apenas um clique, compravam sabão em pó.

 

// Aplicativos (?)

Esse é um tópico um tanto polêmico. Enquanto alguns especialistas acreditam que o futuro dos e-commerces serão os aplicativos das lojas, melhorando a experiência do usuário, outros acham que não.

Para alguns estudiosos, pesquisas em buscadores como o Google e postagens em redes sociais que levam para as lojas virtuais continuarão em alta – por isso a necessidade de investir em sites responsivos. Segundo o estudo da Moovweb, apenas Amazon e Walmart obtiveram sucesso com seus próprios APPs, enquanto outras empresas continuaram lucrando mais com seus e-commerces.

 

// Clique e busque pessoalmente

Essa prática tem sido muito utilizada por grandes mercados como o Walmart. Nesse sistema de “clique e retire”, o consumidor escolhe um produto no e-commerce, paga e pode retirar na loja física – diminuindo a ansiedade para receber a compra.

 

// Omnichannel

Segundo o Google, 85% dos consumidores começam a compra por um canal e terminam em outro. O comprador de hoje é multiplataforma, mudando apenas a opção de compra – não o cliente. O que ele viu em uma loja física, pode comprar online e vice-versa.

Por isso as empresas precisam estar em diversos canais e oferecer esse “intercâmbio”, assim o usuário poderá utilizar a plataforma em que se adequar melhor, virtualmente ou não.

Agora que você já está por dentro das principais tendências em e-commerce, aproveite as dicas e coloque-as em prática – estamos prevendo muito sucesso para você e sua loja online! ;)

Você também pode gostar