Saiba os erros mais comuns ao desenvolver um plano de negócios

em Artigos, Dicas e novidades.

Muitos travam quando o assunto é plano de negócios. Criar o documento pode parecer complexo à primeira vista. Elencar os objetivos e as etapas a serem cumpridas é uma tarefa árdua, requer tempo, uma pitada de paciência e muita observação.

Diante de todo esse trabalho, o que poucos percebem é que um plano de negócios serve muito mais como uma ferramenta, capaz de nortear os empreendedores e diminuir riscos, do que apenas um material a ser entregue para investidores.

Para ajudá-lo, confira os 7 erros mais comuns ao criar um plano de negócios, de acordo com o Sebrae SP, e saiba o que não fazer ao elaborar o seu:

// 1 – Não conhecer o ramo de atuação

Pode parecer óbvio, mas não é. Muitas pessoas têm uma ideia, acham que o negócio dará certo, mas não tem noção de como funciona o segmento em que deseja atuar. É preciso pesquisar, conhecer o mercado e, então, encontrar oportunidades nele.

// 2 – Não conhecer o consumidor

Conhecer os possíveis clientes é fundamental para saber se seu negócio irá prosperar. É preciso saber o que será produzido, como será vendido, o local ideal para a comercialização e qual a demanda potencial para o produto/serviço.

// 3  – Não conhecer o mercado fornecedor

Outro ponto importante ao fazer um plano de negócios é ter conhecimento sobre o mercado fornecedor. Assim o empresário saberá quais equipamentos precisa, matéria prima, mercadoria e outros materiais importantes para a criação do produto e o funcionamento da empresa.

// 4  – Não analisar os concorrentes

Acha que ninguém comete esse erro? Está enganado. Muitos empresários deixam de analisar a concorrência. Lembrando que, ao identificar outras empresas que vendam produtos similares, seus pontos fortes e fracos, se seus clientes são fiéis, é possível ajustar os produtos que você irá vender, fortalecer sua marca e se destacar.

// 5 – Deixar de definir produtos/serviços

Para que serve o produto que você está vendendo? Se não souber responder bem essa pergunta, temos um “erro” aí. Ter conhecimento sobre os detalhes do que está oferecendo e fazer com que eles atendam às necessidades dos clientes é importante.

Como será a embalagem, os tamanhos, cores, sabores? Essas informações não devem ser deixadas de lado, elas precisam constar no plano de negócios. Quanto mais precisão, melhor.

// 6 – Não conhecer o processo operacional

Outro erro comum é não saber as fases de fabricação, venda e prestação de serviços da empresa. Quem ficará responsável pelo quê; quais materiais são usados, quais equipamentos e em quanto tempo ficará pronto. O dono da empresa tem experiência no ramo? O sócio? É preciso contratar alguém? Essas informações também são essenciais para um bom plano de negócios.

// 7 – Não analisar a viabilidade da empresa

Esse ponto é essencial: realizar uma estimativa do resultado esperado e do capital necessário para começar a empresa. Qual será o investimento que você irá fazer? Seu negócio precisa de uma sede? De equipamentos? Em quais materiais você deve investir? Quais serão as despesas com a instalação e o funcionamento do negócio?

Se você ainda tem dúvidas sobre como montar um plano de negócios, o Sebrae disponibilizou um e-book ensinando o passo a passo de forma muito didática. Clique aqui, faça o download e boa sorte. Agora que você já sabe o que não deve fazer, será muito mais fácil. Sucesso! ;)

Você também pode gostar