Os avanços da tecnologia mostram, além da transição para o digital, o caminho dos dispositivos móveis. Eles estão cada vez mais em alta, e o uso desses periféricos cresceu consideravelmente. Nesse cenário, a programação para mobile é fundamental. Ela permite a adequação de plataformas e páginas.

Celulares e tablets estão por toda parte e, além de serem meios de acesso em momentos de lazer, também já se tornaram ferramentas de trabalho. Isso mostra como o desenvolvedor freelancer precisa estar pronto para esse campo. Ter maiores conhecimentos no segmento ajuda a se manter relevante no mercado.

Neste post você entenderá mais sobre programação mobile e como ela é importante atualmente. Saiba mais sobre preparação e as melhores práticas do momento!

Os dados sobre o uso dos dispositivos móveis no Brasil

Quantas pessoas que você conhece têm um smartphone? Há alguns anos, essa pergunta faria você pensar um pouco mais, certamente. Nos tempos atuais, fica difícil realmente conhecer alguém que não use um celular como esse. Nesse simples exercício já é possível entender como o mercado mobile avançou.

No Brasil, em números, os dados são impactantes. Uma pesquisa do IBGE revelou que 138 milhões de brasileiros têm um smartphone. Na faixa etária de 25 a 34 anos, mais de 80% da população tem esse aparelho. Os dispositivos móveis são usados para tudo: comprar, navegar, conversas, acessar as redes sociais e muito mais.

Tantos aparelhos disponíveis no Brasil impactaram na forma como a navegação acontece. A facilidade do uso dos smartphones fizeram com que os computadores ganhassem cada vez mais o status de unicamente para trabalho. Desde 2014, os celulares são o principal meio de acesso à internet no Brasil.

Se há esse crescente movimento de uso dos aparelhos, há a necessidade de adequar páginas e sistemas. Isso gera, paralelamente, um novo mercado para programadores e desenvolvedores web. Aproveitar esse movimento é importante para se manter relevante na profissão, e então conquistar mais oportunidades.

O impacto no e-commerce

As compras realizadas pela internet já deixaram de estar sob desconfiança faz tempo. Hoje, cada vez mais, há medidas de segurança que protegem o usuário em várias etapas, como no pagamento. Acessar e-commerces é cada vez mais comum, o que gera demandas muito importantes para os sites estejam preparados.

Naturalmente, o mobile é uma plataforma em que as lojas online são acessadas a todo o tempo. Nesse movimento, o UX design tem grande impacto na experiência do usuário. Um e-commerce, para ter sucesso, precisa estar adaptado aos celulares. A responsividade é um fator que faz toda diferença atualmente.

Há 2 fatores que precisam ser levados em consideração em compras online: agilidade e praticidade. Desenvolvedores precisam se manter atentos se os sites que gerem são capazes de atender a isso. Em uma recente pesquisa da Digitalks com a Opinion Box, foi apontado que 81% do público que compra online acha fácil fazer pelo smartphone, enquanto 71% veem agilidade nesse processo.

O uso de aplicativos

Naturalmente, os aplicativos estão em alta. Esse é um campo que os desenvolvedores já têm explorado há anos, e é sempre importante reforçar os dados que mostram isso concretamente. Para os usuários, os aplicativos servem para tudo: informação, produtividade, compras, serviços e muitas outras coisas.

O consumo também está em alta com o uso dessas plataformas. Nesse movimento natural, 46% dos abordados na entrevista citada já fizeram alguma compra utilizando um aplicativo. Esses dados se fortaleceram pelo das empresas entenderem essa demanda por mais praticidade. Para atender ao mercado, os desenvolvedores precisam estar prontos para essas plataformas.

O cenário atual e as expectativas para o futuro

Não é nada difícil de perceber que o futuro será mobile. Com o aumento da aquisição de smartphones e tablets, junto ao uso desses aparelhos, a tendência natural é que eles sejam os principais meios de acesso à web. O cenário já direciona para esse caminho, então é preciso estar atento e acompanhar.

Para o desenvolvedor, ter essa percepção é fundamental e o ajuda a se preparar para trabalhar cada vez mais com esses sistemas. Atualmente, se tornou mais fácil trabalhar em projetos do tipo, graças às padronizações. Antigamente, o sistema Android tinha arquitetura e documentação complexas e desorganizadas, o que melhorou com o tempo.

Muito dessa evolução se deu por conta da maior demanda de dispositivos móveis. Quando a programação para mobile estava dando seus primeiros passos, tudo era novo e recente. Essa falta de padronização dificultava o trabalho, o que naturalmente mudou e tornou a operação do desenvolvedor muito melhor.

As tendências atuais

A programação para mobile vai além de aplicativos e de páginas responsivas. Hoje, há uma demanda muito grande também para sistemas de realidade virtual. Empresas têm usado esses recursos como uma ferramenta de marketing, para simular o uso de serviços e proporcionar experiências de compras avançadas.

O programador precisa estar pronto para essas demandas, que já são realidade no mercado. Com o tempo, é natural que cresça ainda mais esse trabalho, especialmente com o avanço dos recursos. Aprender logo agora ajudará a tornar o desenvolvedor praticamente um nativo desse tipo de sistema. Atualmente, as linguagens Kotlin e Swift são as mais usadas em programação mobile.

A perspectiva para o futuro

Um dos pontos de maior importância para os profissionais é entender que a programação para mobile não enfrentará uma desaceleração nos próximos anos. Pelo contrário, a tendência é que esse nicho do segmento cresça ainda mais, dando origem a um mercado de trabalho específico e repleto de oportunidades.

O desenvolvedor que entende esse movimento hoje, certamente terá a capacitação necessária para estar envolvidos em importantes projetos ao longo do futuro. Essa é mais do que uma perspectiva a longo prazo, uma vez que as demandas por desenvolvimento em mobile já rendem muitas boas oportunidades.

Esse desejo de praticidade e agilidade são traços da sociedade atual. Os tablets e, principalmente, os smartphones, são as ferramentas que se encaixam perfeitamente nessas características. São sistemas simples e que trazem, desde o e-mail até o pedido de uma refeição em segundos, tudo na palma da mão.

Hoje, já não é possível ver uma sociedade sem o uso dos dispositivos móveis. É um caminho sem volta e que não tem perspectiva de aceleração como mercado. Por isso, se atualizar agora é fundamental para ser competitivo já e estar pronto para os próximos passos que a programação móvel dará em breve.

A importância de estar atento a esse mercado

O mercado mobile, apesar de já estar estabilizado, ainda pode ser visto como transitório para o programador. São décadas de trabalho sempre pensando em sistemas para computadores, e o avanço para os dispositivos móveis, apesar de ser forte, aconteceu muito mais rápido do que se esperava.

Esse movimento de transição gera impactos na forma como os desenvolvedores trabalham. Enquanto uns já adquiriram experiência, outros ainda estão em fase inicial quando o assunto é a programação para mobile. Essa fase pode ser complicada no início, no entanto, é parte fundamental da atualização profissional.

Para alguns, a transição do tipo de trabalho pode ser mais simples, já para outros, o desafio pode ser maior. O importante é que as dificuldades não sejam encaradas como barreiras e fatores impeditivos. Apesar de suas próprias características, padronagens e linguagens, a adaptação ao mobile é uma questão de esforço.

Os diferentes movimentos do mercado

Ao falar de mobile, muito se pensa em aplicativos, e-mails e e-commerce. Esses são campos realmente em que o cenário é concreto e repleto de oportunidades. Também são mais amplos, uma vez que são os recursos mais comumente utilizados nos smartphones. Entretanto, há mais oportunidades em outros mercados de programação.

Um dos que mais crescem atualmente é o setor de games. Já há bastante tempo os jogos para mobile chamam a atenção, mas nos últimos tempos a adesão foi realmente impactante. Os gamers passaram a ter uma plataforma a mais de diversão, indo além dos tradicionais consoles e do PC, comumente utilizados.

Em números, é possível entender melhor esse movimento. Na pesquisa Games Brasil 2018, 84,3% dos entrevistados afirmaram que jogam regularmente no celular. Com esse dado de destaque, vem também a análise do perfil dos jogos. Os que mais fazem sucesso são os online. Uma prova disso é o Free Fire, o queridinho do momento e o mais baixado entre iOS e Android em 2018.

É natural que essa adesão aos games mobile abram mais um mercado importante para os profissionais da área. Os desenvolvedores que já trabalham com games também precisam fazer essa transição nesse segmento. A tendência é que o movimento de adesão siga forte, abrindo mais um importante nicho de trabalho.

A preparação para um mundo mais mobile

Os hábitos de consumo e navegação da sociedade vão sempre impactar no mercado dos desenvolvedores. Diferentes tecnologias e recursos são lançados e propostos a todo o tempo, no entanto, a aceitação dos usuários gerais é o indicador que aponta os próximos rumos do mercado. Então, é importante estar pronto.

Não é difícil entender que os desenvolvedores são parte dos usuários de tecnologia de dispositivos móveis. Isso facilita o entendimento do movimento que acontece atualmente. Parte desse cenário também pode ser de grande ajuda na preparação e no desenvolvimento profissional. É importante se preparar para o futuro!

Por mais que muitos profissionais já tenham iniciado sua trajetória de forma nativa ao mobile, é preciso estar pronto para, de fato, trabalhar com essa tecnologia. Aos desenvolvedores, a preparação para o mundo cada vez mais móvel é uma questão de sobrevivência. Isso vai abrir portas e permitirá que ele seja ainda relevante ao mercado, que em breve caminhará ainda mais nessa direção.

O comprometimento e o engajamento com essa transição

Para quem nunca trabalhou com programação para mobile, ter contato com novos padrões, linguagens e ambientes distintos pode ser difícil. Acima de tudo, esse novo momento do segmento é uma prova de comprometimento e de envolvimento com a profissão. Seguir esse caminho natural vai exigir superação do profissional desenvolvedor.

Nesse momento de transição e de adaptação, é importante que o desenvolvedor reflita sobre sua carreira e sua perspectiva. Se adequar à realidade mobile pode não ser tão simples para alguns. O profissional precisa reafirmar consigo mesmo o seu amor e dedicação à programação, já que ele será muito testado na preparação para esse universo.

A comunidade de desenvolvedores do Brasil pode ser de grande ajuda para que a programação mobile esteja cada vez mais absorvida pelos profissionais. Ainda há o sentimento de que os profissionais precisam se unir mais para debater temas importantes, trocar experiências e, principalmente, ajudar uns aos outros.

Os estudos e a preparação

No resto do mundo, esse debate sobre os temas da profissão acontece com mais frequência e de modo mais amplo. Essa é uma inspiração que o segmento brasileiro precisa seguir mais, e que seria de grande ajuda no aprendizado e na adaptação à programação para mobile. No entanto, mudar sempre é possível, cabe mesmo aos desenvolvedores buscar maior aproximação e compartilhar sabedoria.

O networking é indispensável em qualquer profissão, e isso não é diferente na programação. Desenvolvedores devem se aproximar para que contatos abram portas e mostrem caminhos de aperfeiçoamento profissional. Essa é uma das grandes maneiras de se preparar adequadamente ao mobile.

Os principais cursos e especializações de programação para mobile

Se preparar é necessário antes de entrar no mundo de programação para mobile. Além de bons livros para programadores, cursos mais específicos e voltados para os sistemas operacionais ajudam o desenvolvedor a entender melhor os diferentes ambientes. Eles aprendem as melhores práticas e as arquiteturas mais adequadas.

É possível encontrar muitos desses cursos gratuitamente pela web. Aliados à bastante prática e troca de ideias com outros profissionais, esses conteúdos são um ótimo início para quem quer se atualizar e começar nessa área. A seguir, veja os principais cursos, onde encontrá-los e quais são suas abordagens.

Cursos para Android

O Android é o sistema operacional mobile mais popular do mundo, o que já mostra como os desenvolvedores precisam dominá-lo. Já existem cursos que ensinam, além da programação para aplicativos, também a desenvolver sistemas para aparelhos como Android TV e periféricos de IoT.

A Android Developers é uma das melhores plataformas online de ensino gratuito. Por lá é possível encontrar muito conteúdo útil, como tutoriais de programação. A DevMedia também tem o curso Meu Primeiro Aplicativo Android, composto de 15 aulas e com certificação ao final.

Cursos para Windows Phone

O Windows Phone também é um sistema que se apresenta tanto em smartphones quanto em tablets, dando espaço a um campo importante de programação. Os desenvolvedores encontram cursos gratuitos disponibilizados pela própria Microsoft. Há também materiais de suporte valiosos que ajudam no desenvolvimento profissional.

Cursos para iOS

Outro importante mercado é o de iOS, sistema operacional dedicado a produtos Apple. Além do famoso iPhone e do iPad, a programação para mobile é voltada também a IoT como no Apple Watch. A Apple também oferece um curso de apoio gratuito e bem completo na iTunes, sua própria loja de aplicativos e mídia.

As melhores práticas de programação para mobile

É preciso adotar as melhores práticas para ter sucesso na profissão e construir um portfólio de programador sólido e atrativo. No cotidiano da profissão, o desenvolvedor deve se dedicar a cada um de seus projetos inteiramente, se certificando de que os melhores parâmetros estão sendo colocados em prática.

Esses hábitos vão garantir que bons sistemas sejam entregues ao cliente como resultado. Além disso, uma linha adequada de desenvolvimento tem impacto na carreira do profissional. A programação para mobile depende não só da dedicação, mas também da necessidade de seguir os melhores conceitos de trabalho.

A seguir, veja quais são as melhores práticas de programação e entenda como cada uma delas tem impactos positivos para o trabalho do desenvolvedor.

Estudar as novas linguagens

As linguagens de programação são fundamentais para a carreira de qualquer desenvolvedor. Se tratando do mercado de mobile, algumas são mais utilizadas, servindo perfeitamente para diversos projetos. Por isso, é sempre bom ampliar os conhecimentos. Isso garante que você vai desenvolver sem restrições.

Além das já citadas Kotlin e Swift, há algumas outras já mais comuns à maioria dos programadores, como:

  • Objective-C;

  • Java;

  • C;

  • C++

  • Python;

  • C #.

Com o avanço das aplicações mobile, a tendência é que surjam novas possibilidades em relação às linguagens. Mais serão usadas e outras novas surgirão. O desenvolvedor precisa estar sempre atento a esses movimentos do segmento, assim ele consegue se manter atualizado e relevante ao mercado.

Utilizar uma boa arquitetura

A definição da arquitetura é um ponto importante no desenvolvimento mobile. É ela que definirá alguns pontos importantes que influenciam a programação, como a usabilidade, a distribuição das demandas no projeto e a possibilidade de realizar testes.

Quando uma boa arquitetura é escolhida, as próximas etapas do desenvolvimento da aplicação acontece mais fácil. O desenvolvedor cria um ambiente em que todos os profissionais envolvidos conseguem trabalhar sem restrições e complicações. Isso também favorece a realização de testes para otimizar as ações antes da entrega.

Fazer testes

Os testes são parte fundamental de qualquer trabalho. Na programação para mobile, especialmente com profissionais iniciantes, é indispensável realizá-los. Essa é a principal garantia de que tudo está funcionando adequadamente. Qualquer falha pode ser prejudicial à continuidade do desenvolvimento.

Estar atento ao mercado

O mercado de programação para mobile trará sempre novidades e tendências importantes. Muitas delas têm origem na forma como os usuários operam smartphones e tablets, assim como também estão relacionadas aos hábitos de consumo. O desenvolvedor deve estar atento, já que esses movimentos significam oportunidades.

Quanto mais rápida for a leitura do profissional em relação às tendências, mais rapidamente ele estará pronto para se atualizar. Isso torna o desenvolvedor relevante e sempre com portas abertas no mobile.

Os benefícios que o mercado mobile traz para o programador

O mercado de programação para mobile tem muito a ser explorado e isso abre um leque de possibilidades e de benefícios aos desenvolvedores. Entender quais são essas possibilidades pode ser um fator motivacional a mais para se dedicar e estar pronto para trabalhar nesse segmento. Veja a seguir alguns desses benefícios!

Mais oportunidades de trabalho

Quanto mais o profissional tem conhecimento, em mais áreas como desenvolvedor ele pode atuar. A programação para mobile é somente mais uma dessas, e abrir o leque de opções é fundamental, especialmente para quem é freelancer. Isso garante mais fluxo de projetos, maior rendimento e solidez financeira a longo prazo.

Atualização e relevância como profissional

Em mercados competitivos, o melhor profissional é aquele que está sempre pronto para desafios. A tecnologia avança rapidamente e o conhecimento precisa ser atualizado da mesma forma. Se tratando da programação mobile, em franco desenvolvimento, essa rapidez é ainda maior e exige mais dedicação.

O desenvolvedor precisa buscar a atualização, uma vez que ela o coloca capacitado para lidar com qualquer projeto. Atualmente, o profissional que tem domínio das tecnologias, linguagens e técnicas mais atuais se torna cada vez mais relevante. Quem não busca conhecimento frequente, naturalmente deixa de ser importante ao mercado.

Capacidade de evolução

Além da necessidade de atualização, o desenvolvedor também precisa buscar sempre a sua evolução como profissional. A tecnologia exige isso ainda mais, uma vez que seus recursos estão sempre mais complexos e avançados. Essa zona de conforto pode ser um local agradável para alguns profissionais, porém, ela é perigosa.

A programação para mobile, ainda que indiretamente, força essa evolução do desenvolvedor. Ao lidar com arquiteturas e práticas diferentes, ele tem um avanço obrigatório das suas capacidades, para assim seguir relevante e capacitado.

Entrega do melhor aos clientes

Clientes estão sempre em busca da excelência dos serviços contratados. O mindset do desenvolvedor precisa estar alinhado a essas exigências, já que isso é fundamental para o sucesso da sua profissão. Ao ter conhecimentos amplos e avançados sobre o mobile, é possível estar pronto para entregar qualquer projeto.

Por exemplo, desenvolvedores podem ter clientes de longa data que decidem lançar um aplicativo para sua empresa. O caminho natural é que esse profissional cuide desse projeto, no entanto, se ele não está adaptado ao mobile, outro desenvolvedor terá que prestar o serviço. Isso torna o processo mais complexo e atrapalha a entrega.

A programação para mobile é o presente e o futuro da profissão de desenvolvedor. Para se manter um profissional importante e com projetos importantes, o desenvolvimento e a atualização são indispensáveis. Esse é o caminho para o sucesso e para a total adequação ao que os clientes precisam.

Mais dicas e conteúdos como este podem ser importantes para você! Quer ter sempre acesso a eles? Assine nossa newsletter e receba tudo diretamente no seu e-mail.

Exibir ComentáriosOcultar Comentários

Faça um comentário