Se existe um fato sobre o Google, é que, todo ano, novas regras para o SEO surgem, demandando nossa adaptação. Por isso, é fundamental estar ciente de quais são elas e fazer as adaptações necessárias ou informar seus clientes quanto aos ajustes.

Neste texto, trazemos os principais cuidados de SEO para desenvolvedores, para que você saia na frente e garanta que seus endereços virtuais estejam adequados às práticas. Vamos lá!

A importância do SEO: descubra por que considerar essas práticas

Quando você trabalha o SEO de suas páginas, as chances de ficar bem ranqueado, ou seja, de aparecer no topo da primeira página de um buscador, aumentam consideravelmente. De todos os motores de busca, o Google segue sendo o primeiro, com 94% do tráfego orgânico de buscas. Diariamente, o buscador recebe 3,3 milhões de buscas.

Dessa maneira, estar atento às atualizações do Google quanto ao SEO é fundamental se você deseja se manter competitivo. Ao ranquear bem, você cresce o tráfego e tem chances reais de melhorar a sua conversão, principalmente no caso de lojas virtuais e e-commerces.

Uma vez que as pessoas mudaram sua forma de consumo e costumam pesquisar antes na internet — 97% dos internautas fazem pesquisas online antes de, de fato, adquirir um produto —, estar nas primeiras posições e fazer o jogo do Google vai ajudar demais a atrair possíveis novos clientes. Além disso, você melhora o branding do seu negócio e ganha relevância no universo digital.

SEO para Devs: quais as últimas atualizações mais importantes?

Todo ano, o Google traz novas regras e novidades quanto a SEO. Por exemplo, em 2018, o Google Chrome, navegador mais utilizado em todo o mundo, passou a classificar os sites que seguem usando o HTTP como “não seguro”

Tal mudança forçou os sites a optarem pelo protocolo HTTPS, que é possível por meio da compra de um certificado SSL, que faz a criptografia dos dados, evitando que hackers obtenham senhas e dados pessoais. Coloque-se no lugar do usuário: traz muita insegurança fazer compra em um e-commerce classificado como não seguro.

Além disso, o certificado SSL contribui para o bom posicionamento no Google, fazendo com que seus endereços virtuais se mantenham competitivos. Ou seja, uma atualização necessária. Então, se você busca novidades de SEO para devs e deseja se manter à frente, atenção às adequações!

Pense na pesquisa por voz

Ao fazer uma pesquisa, você pode digitar sua palavra-chave ou falá-la, usando o microfone do seu celular, notebook ou tablet. Sim, a pesquisa por voz (voice search) tende a ficar ainda mais comum em 2020. Tanto é que os assistentes pessoais, como a Siri (da Apple) e a Alexa (da Amazon), têm se tornado cada vez mais populares.

De olho na tendência, o Google disponibilizou uma atualização com base na pesquisa de voz que permite captar a intenção do usuário, não apenas a palavra-chave. Na prática, para se adequar à novidade, você deve contar com conteúdos que não sejam apenas baseados em palavras, mas em frases-chave.

Isso, porque os algoritmos criam um contexto mais amplo, incluindo fatores relevantes, como a localização atual de uma pessoa e o histórico de pesquisas.

Então, como proceder?

A maioria das pessoas começa suas pesquisas por voz com perguntas, usando, por exemplo, “como”, “o que”, “quando”, “por que” ou “onde”. Essa redação pode alterar a maneira como o Google lê e prioriza cabeçalhos e subtítulos para responder a consultas. Como desenvolvedor, você deve ter isso em mente ao criar o conteúdo, incorporando as perguntas e respondendo-as diretamente.

Produza conteúdo relevante

Você já deve ter reparado no quanto a internet é rica em conteúdos pouco originais, cheios de CTRL+C e CTRL+V, certo? Essa técnica do copiar e colar não ajuda em nada um bom ranqueamento. Pelo contrário: pode punir o site.

Por isso, quando falamos em conteúdo e marketing digital, o principal é sanar a dúvida do seu público, ou seja, deve-se produzir materiais que realmente conversem com seu público. Os algoritmos dos motores de busca avaliam o quanto os sites trazem o que o usuário está procurando. 

Ao mesmo tempo, as características dos sites individuais também são consideradas, como tempo de carregamento, especificações técnicas, estrutura de links e, claro, relevância e originalidade do conteúdo. 

Então, como proceder?

É fundamental conhecer sua persona e trazer informações novas e originais, também de acordo com as tendências de mercado. Não ficar no “mais do mesmo” é uma postura que vai ajudar sua estratégia de SEO.

Aposte na escrita natural e LSI

Assim como a qualidade do código de um site tem grande importância, a escrita deve ser natural e fluida. Muita gente acha que escrever bem é encher o texto com a palavra-chave. Errado. Isso não garante bom ranqueamento e, ainda, corre-se o risco de o texto parecer ter sido escrito por um bot.

A escrita natural tem a ver com usar sinônimos e palavras que agreguem ao texto e às dúvidas em relação à palavra-chave. É por isso que existe a sigla LSI (Latent Semantic Indexing), que tem a ver com o uso de palavras-chave similares para ampliar o contexto semântico.

Então, como proceder?

O português tem palavras iguais para significados completamente distintos, como manga, canto, cedo, caminho, laranja etc. Por isso, o ideal é sempre escrever de forma a não deixar dúvida.

Promova uma excelente experiência do usuário

Ninguém tem paciência para páginas que demoram a carregar ou para textos longos, sem intertítulos, nos quais acaba sendo difícil achar a informação de que você precisa. 

Por exemplo, um passo a passo de programação pode ser favorecido com tópicos e imagens ilustrativas, o que pode trazer relevância para a comunidade de programadores. A experiência do usuário deve estar sempre no topo de suas prioridades.

Então, como proceder?

Um conteúdo escaneável é sempre bem-visto pelos motores de busca. Assim, aposte em diversos tópicos com intertítulos, parágrafos mais enxutos e de tamanho similar e use imagens, vídeos e infográficos para facilitar a compreensão.

Porém, neste item de SEO para devs, preste atenção ao carregamento da página. Imagens muito pesadas, por exemplo, vão dificultar essa etapa, fator que influencia diretamente o ranqueamento. Use sempre imagens leves, com boa qualidade.

Mobile SEO

Não é novidade que as buscas feitas em smartphones já superaram as em desktop. Tanto que o Google privilegia os conteúdos mobile friendly e os coloca à frente para ranquear — o chamado Google mobile first-indexing.

Então, como proceder?

É interessante adaptar os sites para que rodem bem em smartphones. Se for começar a desenvolver do zero, priorize a versão mobile, que é de onde vêm as maiores buscas.

Essas são algumas das novidades em relação ao SEO para devs. Porém, é interessante seguir sempre as boas práticas do principal buscador, que incluem URLs curtas e com a palavra-chave, domínio claro, velocidade de carregamento, entre outros. Dessa forma, você garante que os sites sob seu comando estejam entre as primeiras opções de busca.

Gostou de conhecer as estratégias de SEO para desenvolvedores? Aproveite para seguir nossas redes sociais e receber novidades em primeira mão!

Exibir ComentáriosOcultar Comentários

Faça um comentário