6 linguagens de programação que estão em alta

em Curiosidades.

Houve nos últimos anos um aumento significativo do número de pessoas interessadas em aprender programação. Muito por conta da maneira como os serviços para web costumaram a se proliferar, mas também pelo acesso a livros, cursos, palestras e eventos sobre desenvolvimento de software.

todas

Com o aumento da demanda era provável que o nascimento de novas linguagens de programação fossem algo natural. Além da motivação por algo realmente novo, havia a necessidade de criar maneiras que mais linhas de código fossem escritas, para novos dispositivos e descobrindo novos usos. Nessa busca por novas formas de se fazer as coisas surgiram três novas linguagens de programação que precisamos observar: Go, Swift e Hack. Seus “criadores” já são velhos conhecidos para quem trabalha com tecnologia e, muito por conta disso, todas estão no radar da inovação.

Abaixo listamos essas e mais algumas linguagens que prometem trazer boas novidades no futuro. Confira!

.go

A Go não é uma linguagem de programação realmente nova. Seu primeiro esboço é de 2007 e já em 2009 ganhou algum destaque quando foi lançada como código livre. Criada pela Google, o projeto é baseado no sistema operacional chamado “Inferno”.

A sintaxe da Go é semelhante à C com algumas variações na declaração de tipos e a ausência de parênteses em volta das estruturas “for” e “if”. Além disso, possui um coletor de lixo e características do cálculo pi. Ao contrário de muitas outras linguagens, em Go não há heranças nem programação genérica.

.swift

O crescimento do número de aplicativos lançados para iOS fez com que a Apple desenvolve-se sua própria linguagem de programação: Swift. Anunciada no último WWDC, evento da empresa para desenvolvedores, a linguagem quer aumentar a segurança e velocidade de execução dos aplicativos.

Ainda que hajam resquícios de Objective C, Swift abandona boa parte da “bagagem” necessária para fazer um app funcionar. Ou seja, será possível fazer o mesmo com menos código. Por um tempo será possível misturar as duas linguagens, mas a Apple já avisou que seus desenvolvedores devem aprender a programar em Swift.

. hack

Por trás da Hack há outro gigante da internet: o Facebook. A linguagem já é utilizada no próprio sistema da rede social há mais de um ano, mas apenas agora foi liberado seu código fonte. Baseada em C e PHP, Hack quer entregar uma nova maneira de descobrir falhas e erros em programas.

Segundo o Facebook, com Hack será possível desenvolver mais rápido do que nunca. Por já estar exaustivamente testada, é uma boa aposta para quem tem conhecimentos em PHP mas quer aprender uma nova linguagem.

.python  .ruby  php

Mesmo com o surgimento de novas linguagens de programação, as mais antigas não perderam espaço ou ficaram desatualizadas. Principalmente quando pensamos na quantidade de frameworks trabalhando em cada. Ruby, Python e PHP, apenas para citar três, estão em constante desenvolvimento e apresentando inovações em segurança e usabilidade. Além disso, servem de base para novas linguagens, exigindo do programador conhecimento básico nelas.

Ao escolher sua linguagem de programação não considere apenas seu aspecto comercial, mas a maneira como você irá se adaptar a ela. Mesmo que algumas linguagens exijam mais conhecimento do que outras, já é possível aprender a programar rapidamente e ter suas primeiras aplicações online.

Conhece as linguagens que citamos no post? Quer complementar nossa lista? Aproveite a sessão de comentários abaixo.

 

Você também pode gostar