Com um tráfego de cerca de um bilhão de usuários mensais, o YouTube é a maior plataforma de vídeos e o segundo maior buscador online, perdendo somente para o Google. Isso despertou a atenção de diversas companhias, tanto das empresas de grande quanto as de pequeno porte, as quais começaram a investir mais forte em marketing no YouTube.

Apesar de não existir uma regra que garanta seu sucesso na plataforma, há algumas atitudes a serem tomadas para ter destaque nesse site, pois, tenha em mente que, a alta visibilidade desse portal também resulta em uma maior concorrência.

Para se sobressair frente a concorrência, conheça as 6 melhores práticas para impulsionar suas ações de marketing no YouTube. Boa leitura!

1. Crie conteúdo relevante para seu público

É preciso analisar e planejar os temas dos vídeos a serem postados em seu canal. Não faz sentido, por exemplo, que uma empresa de venda de utensílios para a cozinha faça um conteúdo sobre maquiagem. Esse tipo de material quebra a expectativa do público, afastando-o.

Todo o processo que antecede a realização do vídeo é importante para evitar desperdícios de tempo e recursos com um conteúdo que não faz sentido para as atividades desempenhadas. Portanto, planeje bem todas as publicações, escreva roteiros e siga passo a passo tudo o que foi definido nessa etapa.

Outra dica importante para saber a relevância de seus vídeos é ficar atento a aba de comentários e ver as principais dúvidas do seu público, por exemplo, para motivar um vídeo respondendo-as. Além disso, é bom observar quais são os tipos de conteúdo mais visualizados e entender os motivos, para replicar nos próximos materiais e obter o mesmo sucesso.

Outra importante função é utilizar a ferramenta de transmissões ao vivo para produzir conteúdos para sua audiência – o YouTube é hoje uma das ferramentas mais utilizadas para a produção de webinars, por exemplo.

O grande diferencial dos conteúdos em vídeo é a produção e o formato. Lembre-se que os conteúdos em vídeo devem ser menos “vendedores”, e se aproximar ao máximo da naturalidade – o que poderá viralizar e transmitir a sua marca positivamente.

2. Seja frequente em suas postagens

A frequência de vídeos é crucial para se manter na plataforma por alguns motivos:

  • canais com maior frequência são mais bem ranqueados nas pesquisas, ganhando maior destaque nas buscas orgânicas, alcançando um público maior;
  • a frequência ajuda a educar seu público. Por exemplo, se seu compromisso for o de postar toda quinta-feira, os usuários vão sempre lembrar e procurar seu canal naquela data, mesmo que já esteja inscrito, para ver o novo vídeo. Isso cria um vínculo de fidelidade com a sua marca.

Manter seu canal sempre abastecido de novidades ajuda no crescimento de sua marca. Além disso, caso os seus vídeos sejam monetizados, quanto mais conteúdos de qualidade forem postados, maior será a renda advinda da plataforma.

3. Tenha cuidados na gravação e edição

Após gravar o vídeo, é preciso editá-lo para encaixar todas as cenas e torná-lo, de fato, um material que desperte a atenção do internauta. Nessa hora é preciso ter alguns cuidados para manter um padrão de qualidade e evitar a evasão de inscritos.

Por exemplo, é preciso evitar que o vídeo fique escuro ou o áudio baixo, pois isso faz com que o usuário desista de assisti-lo até o fim, reduzindo a sua eficácia. Além disso, é preciso tomar cuidado com a trilha sonora, pois músicas com Copyright podem causar strikes no seu canal e o conteúdo pode ter o áudio retirado, inutilizado o trabalho de marketing no YouTube.

Outra dica é priorizar gravar o vídeo em qualidade, no mínimo, em HD, pois um conteúdo em alta definição, além de ser mais bem ranqueado nas buscas, tem mais chances de aparecer na aba de recomendados.

4. Invista em bons título e thumbnails

O primeiro contato com o vídeo ocorre pelo título e pela imagem que o acompanha, chamada de thumbnail – ou seja, as miniaturas que são utilizadas para tornar a pesquisa mais fácil e possibilitar o reconhecimento. Eles precisam chamar a atenção o suficiente para despertar a curiosidade e fazê-lo clicar para assistir o material. Além disso, é preciso cumprir o que foi prometido nas chamadas divulgadas.

Uma boa dica na confecção dos títulos e das thumbnails é manter um padrão que se adeque a sua marca e estilo. Por exemplo, se seus vídeos serão mais descontraídos e leves, uma foto ou desenho engraçado do contexto pode se encaixar bem. Outra boa dica é seguir a paleta de cores da sua marca.

5. Utiliza as palavras-chave para melhor ranqueamento

As técnicas de SEO são essenciais também no marketing no YouTube. É muito importante usar as palavras-chave na descrição, no título do vídeo, no nome do canal e até no arquivo em si. Por exemplo, um canal de maquiagem pode usar palavras como “make” ou “maquiagem” nessas quatro partes que compõem o conteúdo.

Aposte em descrições para seu canal e em todos os seus vídeos.

É importante lembrar que uma das maneiras que a plataforma possui para “ler” o seu vídeo, é através das descrições e quanto mais informações, melhor para o ranqueamento. Vale investir em descrever o assunto do vídeo, contar um pouco do que acontece nele, hashtags, links e informações suas e/ou da sua empresa e produto.

Apesar de o algoritmo de recomendações e de busca do YouTube não ser muito claro e render muitos questionamentos por parte da comunidade, o uso das palavras-chave auxilia a alavancar a popularidade de seus vídeos e de seu canal.

6. Adicione CTAs ao seu vídeo

As Call To Actions (CTA) são as chamadas finais, nas quais o internauta é convidado a realizar algumas ações para interagir com a marca responsável pelo conteúdo que ele acabou de absorver. As chamadas mais comuns são a de curtir e compartilhar o vídeo, comentar, se inscrever no canal, visitar o site e o blog, seguir nas demais redes sociais etc.

As CTAs são importantes para engajar os clientes e fazer com que eles interajam com a sua marca e, com isso, aumentar as conversões online, o que é um dos principais objetivos de qualquer estratégia de marketing. Portanto, invista bastante no engajamento do público para que ele interaja contigo.

Outra vantagem é poder utilizar as Call To Actions como um termômetro. Por exemplo, se em um vídeo você convida o público para visitar o seu blog e, em seguida, você registra um aumento nessas visitas, significa que o marketing está gerando resultados.

Existem diversas plataformas utilizadas no trabalho de marketing das empresas, mas atualmente o Youtube é uma grande vitrine de mercado. Com as mudanças de hábitos as pessoas passam mais tempo conectadas, para se ter uma ideia o Youtube já é o segundo maior destino de consumo de vídeos no Brasil com diferença de apenas 3 pontos do maior player de TV aberta, logo este comportamento de marketing se tornará relevante para a sobrevivência das marcas no mercado.

O marketing no YouTube está crescendo cada vez mais. A busca por vídeos por parte dos usuários despertou a atenção de pequenas e grandes marcas para a possibilidade de usar essa plataforma para atrair seus clientes e explorar conteúdos que são mais bem passados por esse modelo do que por texto, além de expandir para um público que, normalmente, não costuma ler muito na internet, ou que recorre aos vídeos para explorar os conceitos e assuntos. 

Além da possibilidade de investir em divulgações através de recursos na própria plataforma, é possível que seu canal seja monetizado a partir de certo número de visualizações e alcance.

Gostou deste post? Viu como que o marketing no YouTube é uma tendência para os diversos segmentos? Para mais conteúdos como este, assine a nossa newsletter.

Exibir ComentáriosOcultar Comentários

Faça um comentário