Case de Sucesso: Dos shows para a web

em Geral.

Saiba como o site Band Up evoluiu até se transformar em um famoso e-commerce de produtos oficiais de Beatles, Rolling Stones, Luan Santana, Turma da Mônica, Chaves, DC Comics.

Por Leo Alves

 

 

Não é raro ver fãs aficionados por seus ídolos durante shows e eventos. Geralmente, esse público costuma colecionar tudo o que encontra pela frente com a imagem e o logotipo de seu artista favorito. Canecas, CDs chaveiros e camisetas tendem a fazer parte das imensas coleções. O que muitas pessoas não sabem é que grande parte desses produtos é vendida no Brasil pela mesma empresa, o site de e-commerce Band Up.

 

 

 

Publicado originalmente na Revista Locaweb – Edição 74.
Assine

 

A loja surgiu há aproximadamente seis anos, mas bem distante do modelo de negócios atual. No começo, a venda era em lojas itinerantes montadas em shows da banda Restart, que fez sucesso no final da primeira década de 2000. “Era bem pequeno, a gente montava uma lojinha com duas camisetas e duas canecas durante as apresentações deles pelo Brasil”, conta Guilherme Fantin, que é o diretor de marketing e operações da empresa. “Percebemos que a  banda tinha uma demanda grande, principalmente em produtos de merchandising, que é o nome desses itens que vendemos. Começamos a montar as lojas em mais shows e vimos que, se fosse algo online, poderia explodir por conta da popularidade dos músicos na internet.”

Esse foi o primeiro passo para o que a loja representa atualmente. Sem saber direito o que fazer, Bruno de Marchi, um dos fundadores da empresa, decidiu montar uma loja online. “Ele não entendia muito na época sobre como funcionava um comércio digital. Comprou um site pronto de R$ 50 e divulgou os produtos na nova loja online”, relembra Fantin.

Sucesso imediato

O que os empreendedores não imaginavam é que logo no primeiro dia os produtos seriam um sucesso absoluto. “Já começamos com um faturamento de R$ 60 mil. Ninguém esperava por isso, principalmente porque só estavam à venda dois modelos de caneca e de camiseta, além de um CD do Restart”, afirma Fantin. “Foi assustador, mas o Bruno viu que era uma oportunidade. Porém, como se tratava de uma loja barata, o servidor não aguentava e acontecia muita oscilação. Precisávamos de algo mais robusto, e foi assim que chegamos à Tray.”

A parceria com a plataforma de e-commerce da Locaweb já dura mais de cinco anos e garantiu, com sua infraestrutura, que a Band Up pudesse expandir seus negócios. “Procuramos a ajuda do pessoal da Tray, porque já conhecíamos o trabalho dela e porque a gente precisava desse suporte mais tecnológico”, declara Guilherme. “Com essa parte resolvida e com o sucesso que fizemos com os produtos da banda Restart, passamos a procurar outros artistas e logo em seguida fechamos com a Claudia Leitte e o Victor e Léo.”

   

O crescimento despertou a atenção de Amarildo Santos, pai do cantor sertanejo Luan Santana. Disposto a licenciar produtos com a marca de seu filho, procurou os representantes da loja online para uma nova parceria. “Ele nos contatou, mas não disse quem era. Falou que tinha uma dupla sertaneja, mas sem dizer nome algum. Somente na hora de fechar o contrato é que revelou quem era. Foi uma alegria muito grande, pois estávamos atrás dele há alguns anos”, diz Guilherme Fantin.

 

De acordo com o diretor de marketing da empresa, o sucesso com a loja do Luan Santana abriu as portas para que outros artistas fechassem com a empresa. “Hoje temos aproximadamente 60 marcas nacionais e expandimos para outras internacionais, como Beatles, Rolling Stones, Ramones, Guns N’ Roses e Madonna.”

No cenário brasileiro, a Band Up também tem licença de Ivete Sangalo, Thiaguinho, Fresno, Elis Regina, Tim Maia e muitos outros artistas. Além dos astros, a plataforma vende os produtos de Marvel, DC Comics e Turma da Mônica.

Fabricação própria

Para evitar problemas de acúmulo de estoque, a empresa investiu em uma fábrica que produz os itens sob demanda. “Grande parte do que é visto no site ainda não está pronto. Quando o cliente compra, no dia seguinte começa a fabricação. Nosso compromisso é de despachar o produto para o consumidor dois dias depois da venda”, finaliza Fantin.

Desde 2011, mais de 270 mil fãs já compraram na loja, e assim a Band Up transformou um pequeno quiosque em shows em uma grande marca online. Apesar dessa migração, a empresa não abriu mão de suas origens e segue com pequenas lojas montadas em grandes eventos, como o quiosque montado na Brasil Game Show deste ano.

Você também pode gostar