API multichannel ou multicanal. Você sabe como funciona?

em Geral.

Você já sabe para que serve o Google Analytics e como implementá-lo, certo?

Saber quando foi a primeira interação do usuário com nosso site é um desejo antigo. E com a API Multichannel ou API de Funis Multicanal também é possível:

  • Mostrar as diversas fontes de tráfego que o mesmo usuário utilizou;
  • Analisar o desempenho de cada canal de marketing  de forma mais precisa;
  • Cruzar estes dados e guardar qual foi a primeira fonte de tráfego que trouxe o cliente inicialmente e qual fez ele converter.

A API vem na linguagem de programação Java. Assim, utilizei o Netbeans versão 8.2 para poder coletar os dados.

Mas como implementar?

O primeiro passo é criar uma conta de serviço: acesse o Menu > IAM e Administrador > Contas de Serviço, conforme a imagem abaixo:

Clique em Criar Conta de Serviço.

Preencha o nome da conta de serviço e o papel. Selecione Fornecer uma nova chave privada e selecione no Tipo de chave P12.

Guarde este arquivo, pois ele será usado.

Copie o ID da conta de serviço (e-mail) e vincule ao seu Google Analytics como uma conta que deverá ter acesso ao seu perfil.

Acesse seu Google Analytics, no menu selecione Administrador.

Em conta, selecione Gerenciador de usuários e vincule o e-mail da conta de serviço com permissão de Ler e analisar.

Nesta etapa vamos precisar do Netbeans.

A API precisa de uma Library, o download dela está disponível neste link. Mas o projeto no NetBeans com as bibliotecas e o arquivo base disponibilizei no meu GitHub, qualquer um pode fazer o download do projeto lá com este outro link.

Faça o download do projeto.

Após, acesse a pasta do projeto e vá na pasta src/api, dentro desta pasta coloque sua client_secrets.p12. Abra o projeto no NetBeans.

Dentro da classe HelloAnalytics altere o valor dos campos KEY_FILE_LOCATION e SERVICE_ACCOUNT_EMAIL e Saida_Dados. Em KEY_FILE_LOCATION coloque o caminho da sua client_secrets.p12. No SERVICE_ACCOUNT_EMAIL informe o e-mail da conta de serviço que foi gerado.

Em Saida_Dados coloque o caminho de onde você quer que o arquivo com a saída dos dados seja salvo. Coloque a extensão .json.

No meu projeto, por exemplo ficou D:\\Users\\izabela.borges\\Desktop\\arquivo.json. O arquivo.json não precisa estar criado, quando o projeto é compilado ele cria sozinho.

No método getResults você define quais dados você quer ver.

Todas as dimensões e métricas que podem ser usadas se encontram neste link.

No projeto peguei todas as conversões assistidas, o Origem/Mídia de cada visita do cliente, o transactionId e a data de conversão. Todos estes dados vão para o arquivo .json.

Com isso, você consegue analisar as fontes de tráfego que seu cliente utilizou em seu site, até o momento da compra.

Lembrando que este é um exemplo simples, as métricas e dimensões serão usadas conforme sua necessidade.

Até a próxima!

Você também pode gostar