EMPRESA DE TELHAS E ESTRUTURAS METÁLICAS BLUMENAÇOS VÊ VENDAS AUMENTAREM APÓS
MONTAR PÁGINA COM A FERRAMENTA DE CRIAÇÃO DE SITES DA LOCAWEB

Por Leo Alves

 

Uma busca na internet mudou o dia a dia – tanto pessoal como profissional – de Gildo Santos, proprietário da empresa Blumenaços. Em outubro de 2015, a companhia desenvolveu sua primeira página eletrônica e usou a ferramenta de criação de sites da Locaweb. “Decidi que era preciso divulgar minha marca na internet, para atrair mais clientes”, afirma o empresário. “O que me chamou a atenção foi o conjunto, pois eu teria um domínio próprio, e-mail profissional e uma hospedagem. Com o site, meu trabalho aumentou muito.”

Aos 34 anos, Santos tem contato com telhas metálicas desde os 19. Há cerca de cinco anos resolveu criar sua empresa própria, revendendo os materiais de outros fabricantes. A Blumenaços não trabalha somente com telhas, mas também com estruturas metálicas. Até criar o site, ele viajava por toda a região de Blumenau, em Santa Catarina, visitando pessoalmente clientes e interessados. “Eu precisava ir atrás dos clientes, com meu próprio carro. Rodava muito. Saía de casa às seis da manhã e só voltava à noite”, relembra.

O negócio ia bem, mas Santos queria uma forma de ampliar a visibilidade de sua empresa. “Precisava arrumar um jeito de aumentar minha visibilidade. Queria ter um site, uma página minha. Meus dois irmãos são formados em sistemas de informação, então eles sabem como montar um site, mas não queria atrapalhá-los”, conta o empresário. “Foi quando pesquisei e encontrei a ferramenta da Locaweb. Foi muito fácil montar a página, fiz tudo em meia hora. O passo a passo facilita bastante. Eu mesmo adicionei textos e fotos”, conta o empresário.

De acordo com Santos, até pessoas que não são tão familiarizadas com informática podem montar sem problemas sua página. “Nunca fiz nenhum curso, mas sempre mexi em computadores. No final das contas, não achei difícil montar o site”, explica.

“Qualquer pessoa consegue fazê-lo. Tudo é explicativo. Caso haja alguma dúvida, é só ligar no suporte que tudo é resolvido facilmente.” Os frutos da iniciativa foram imediatos. Um dia após criar o site, chegaram os primeiros pedidos. De outubro para cá, Santos tem uma média de 1.200 visitantes por mês na página. “Estou na contramão da crise. Antes era muito difícil alguém ligar. Quando ligava, era para fazer um orçamento. Agora o telefone não para. Quase sempre a pessoa já me liga para fazer a encomenda”, comenta.

Mesmo sem ter uma opção de venda online, a página serve para chamar o cliente para o produto. Seu alvo é, em geral, pessoas físicas que estão construindo ou precisam mudar a cobertura de suas residências. “Essas telhas não absorvem tanto calor”, diz Santos. “Muitos clientes que me procuram querem trocar as telhas de plástico, que são mais quentes, pelas minhas. Hoje, a maioria do meu público é de pessoas físicas.”

Redução de Custos

A decisão de Santos de criar o site da empresa melhorou até a questão financeira de seu negócio. Como precisa viajar menos
com o carro, os gastos tiveram uma queda considerável. “Todo o investimento que fiz no site, até hoje, equivale a um décimo do que eu gastava com as viagens”, celebra.

Investir no Google AdWords também se mostrou rentável. “Eu percebi que era necessário inserir palavras-chave para melhorar a busca da Blumenaços. Comecei pagando poucos créditos no AdWords, mas foi dando tão certo que aumentei o investimento”, explica. “Minha ideia era alcançar pessoas da minha região, mas existem interessados até em Porto Alegre que me ligam e pedem orçamento.”

Vida Social

Santos é casado e tem dois filhos. Como passava muito tempo viajando, era difícil ter um tempo disponível para aproveitar a família. “Era muito corrido. Eu saía de casa e meus filhos estavam dormindo. Chegava tarde, e eles já tinham ido deitar”, relata.
“Hoje, posso levá-los e buscá-los na creche. Consigo fi car mais com a família. Isso não tem preço.”

Os riscos da estrada também assustavam o empresário. Ele conta que já perdeu três amigos em acidentes automobilísticos. “É uma situação muito triste. Vivia com medo, porque tudo pode acontecer nas estradas. Hoje, já não penso mais assim, me sinto mais seguro, não preciso mais me arriscar tanto viajando”, conclui Santos.

Exibir ComentáriosOcultar Comentários

1 Comment

  • Juliana Felipe
    Posted 12/05/2016 at 14:41 0Likes

    Puts que história bacana!
    Dá um orgulho enorme trabalhar numa empresa que realmente faz o que diz seu propósito: Fazer negócios nascerem e prosperarem por meio da tecnologia.

    Parabéns Gildo Santos, e que venha muito mais prosperidade!

Comments are closed.