Campus Party Brasil 2015: faltam 21 dias!

por em Geral Nenhum comentário

O evento, muito esperado por quem aprecia tecnologia e cultura digital, ocorre entre os dias 3 e 8 de fevereiro, em São Paulo, e traz como tema o livro Da Terra à Lua, prestando uma homenagem aos 150 anos da obra de Júlio Verne, autor consagrado de ficção científica.

campus

Os participantes da Campus Party 2015 poderão aperfeiçoar habilidades em workshops, participar de desafios que têm como objetivo estimular a criatividade e  a inovação e conferir palestras com nomes nacionais e internacionais, como o neurocientista Dr. Miguel Nicolelis, criador das interfaces cérebro-máquina, Chris Anderson, escritor do best-seller The Long Tail, Nathan Schulhof, o criador do MP3 player e John Cioffi, fundador e CEO da Assia.

Um show de drones marcará a abertura deste ano e a programação começará uma hora mais tarde para que os campuseiros possam aproveitar melhor as atividades noturnas proporcionadas pelo camping tecnológico.

Locaweb na Campus Party

Óbvio que nós, da Locaweb, não poderíamos perder essa festa. Portanto, fique atento às nossas redes sociais. Estaremos em peso produzindo conteúdo em real time sobre as palestras, os workshops e tudo o que envolve a #CPBr8.

Outras surpresas serão divulgadas ao longo dessas semanas. Aguarde!

Infos para se ligar!

O site da Campus Party Brasil responde algumas das perguntas mais frequentes feitas pelos novos – ou já experientes – campuseiros. Lá é possível conferir a hora em que os portões serão abertos, informações sobre o camping, estacionamento, o que pode ou não levar, entre outras questões. Acesse e tire suas dúvidas.

Programação

De acordo com o site oficial do evento, nesta oitava edição serão 600 horas de conteúdo divididos em 10 palcos, além da Open Campus, que conta com atrações gratuitas para o público. A programação completa, com as atrações e os horários, você confere aqui.

Faltam apenas 21 dias para a aventura tecnológica começar. Infelizmente as entradas já estão esgotadas.

Agora é só se organizar e esperar ansiosamente pelo evento. Qual dos palcos mais chamou a sua atenção? Qual das atrações é a mais legal? Tem alguma dica para os novos campuseiros? Comente! =)

 

Jelastic 2.5: agora com NODE.JS e ainda mais escalável!

por em Geral Nenhum comentário

Para começar o ano em grande estilo, o Jelastic Cloud Locaweb, a primeira plataforma que combina a usabilidade de PaaS (Plataforma como serviço) com o controle de IaaS (Infraestrutura como serviço), acaba de lançar sua versão mais recente.

jelastic_24-600x300-blog

Nesta versão 2.5, além de melhorias de usabilidade e desempenho, foi lançado o suporte a linguagem Node.js e mais 3 novas features: múltiplos nós nos diferentes componentes do stack (base de dados, cache, etc), exportação de ambientes para diferentes logins e alertas de consumo de recurso.

Entenda como estas novidades irão te ajudar com suas aplicações web.

JelasticNodeJSVerson2

NODE.js 

Foi habilitado o suporte à linguagem Node.js versão 0.10 com as formas de deploy via repositório GIT/SVN , FTP ou upload de pacotes tar, tar.gz, tar.bz2. Agora os usuários poderão se beneficiar da praticidade e da capacidade computacional que a combinação do Jelastic Cloud e  Node.js podem oferecer, ambos são modernos e eficientes na gestão e deploy de aplicações.

Escalabilidade horizontal em múltiplos nós

A partir desta versão, a escalabilidade horizontal está disponível não apenas para os servidores de aplicação, mas para todos os múltiplos nós nos diferentes componentes do stack (banco de dados, balanceador de carga, cache e VPS).img_02

Além disso, tal escalabilidade pode ser configurada não apenas manualmente, mas também de forma automática, com a ajuda de gatilhos. Para tal, basta configurar uma regra em função do consumo de recursos da aplicação, para que quando o tais recursos (memória ou processamento) alcançarem o limite estipulado, a escalabilidade horizontal será acionada/desativada automaticamente.

transf_ambientes

Exportação de ambientes

Com este novo recurso, é possível exportar/transferir qualquer ambiente entre diferentes logins mantendo todas as configurações personalizadas e aplicações em execução. Este recurso se torna ainda mais útil quando, por exemplo, um revendedor necessita fornecer um aplicativo pré-configurado e pronto para produção a um cliente, ou apenas mover todos os seus projetos para uma nova conta. Vale ressaltar que tal funcionalidade é disponível apenas para contas com créditos ativos.

alerta_consumoAlerta de consumo

Para monitorar a carga de suas aplicações e a quantidade de recursos consumidos, foi habilitado um conjunto de gatilhos de notificação automática. Ou seja, quando um recurso (memória e CPU) alcançar um parâmetro de consumo mínimo ou máximo, pré configurado, alertas são disparados para o e-mail do usuário relatando o comportamento do consumo dos recursos.

Marketplace ainda melhor

Foram implementadas melhorias de usabilidade significativas no Markteplace. Além de oferecer novas aplicações que podem ser instaladas em apenas um clique; agora, os aplicativos podem ser localizados por meio de uma ferramenta de busca ou diretamente nas diferentes categorias segmentadas por funcionalidade.

Segundo Ruslan Synytsky, CEO da Jelastic, “Estamos muito contentes em anunciar uma nova versão do Jelastic que contemple recursos tão essenciais quanto o suporte ao Node.js e a escalabilidade horizontal de múltiplos nós. Como resultado, os usuários podem facilmente ter vários balanceadores de carga ou bases de dados, com vários servidores de aplicação , podendo configurar um aplicativo altamente disponível e confiável com apenas um par de cliques. O Jelastic é a única plataforma de nuvem que automatiza totalmente a criação de ambientes complexos para aplicações reais complexas que necessitam de clustering, alta disponibilidade e escalabilidade em diferentes camadas de aplicação.”

No mesmo contexto abordado por Ruslan, a Locaweb ressalta que a versão 2.5 fortalece as funcionalidades do portfólio de soluções em computação em nuvem, ampliando a gama de possibilidades da plataforma Jelastic Cloud, proporcionando maior inteligência na automação de processos de desenvolvimento, tornando assim a computação em nuvem mais prática e acessível ao mercado brasileiro.

Quer saber mais informações sobre o Jelastic Cloud Locaweb, clique aqui.

Confira 5 tendências em mídias digitais para 2015

por em Geral Nenhum comentário

Engana-se quem pensa que o ano só começa depois do Carnaval. Para ter um bom desempenho nas redes, nada melhor do que saber agora, em janeiro, algumas das tendências em mídias digitais para 2015.

trends 2015

A revista Forbes americana apontou em novembro de 2014 que as mídias digitais serão mais valorizadas pelo mundo corporativo neste ano. Parece que agora as empresas realmente perceberam a importância e a eficácia do conteúdo publicado nas redes. Portanto, prepare-se: a concorrência será ainda mais acirrada.

Facebook

Zuckerberg dificultou o alcance de postagens no Facebook em 2014 e neste ano não será diferente. Por causa dessa baixa, a demanda por publicações patrocinadas e anúncios crescerá e, consequentemente, o preço deles também. Só no ano passado, o valor desses serviços aumentou cerca de 10% e é bem provável que esse número continue a crescer em 2015.

Instagram

O micro vídeo tem tudo para ser o foco do Instagram em 2015 e é bem provável que a rede ultrapasse o Vine, seu concorrente. Neste ano, as empresas terão a opção de anunciar no Insta e poderão pagar por vídeos segmentados por idade, país e gênero.

Já é bom pensar em como sua empresa pode aproveitar esse recurso. Dessa forma, quando ele for disponibilizado, você estará um passo a frente.

twTwitter

Essa trend muitos já estavam prevendo: parece que o Twitter está voltando e com tudo!

Em 2015 a rede social oferecerá mais flexibilidade em relação aos anúncios, levando pequenas e médias empresas a investirem mais. Segundo a Forbes, será possível pagar por algumas ações tendo como base o desempenho dela e não apenas retweets ou cliques. Fator positivo para quem quer pagar por resultado, não apenas pela a visibilidade da marca.

Google Plus

Comece a investir no Google Plus. Ainda de acordo com o artigo publicado no site da revista, é bem provável que a rede social ganhe mais destaque nos próximos meses, deixando de ser um produto do Google e se tornando mais uma plataforma, concorrendo com o Twitter e o Facebook.

LinkedIn

O LinkedIn é conhecido como a rede do B2B há algum tempo e, agora, esse status ficará ainda mais forte. Mesmo que digam que a rede não tem a mesma importância do Facebook e do Twitter, é bom investir nela. Segundo uma pesquisa feita pelo site Social Media Examiner sobre mídias digitais, 89% dos profissionais que atuam no B2B usam o LinkedIn, enquanto 86% usam o Facebook e o Twitter. É, a rede já ultrapassou as mais tradicionais…

Agora que você já sabe algumas das tendências em redes sociais para este ano, fica mais fácil se preparar e ter mais sucesso no mundo digital.

E aí, alguma delas o surpreendeu de alguma forma, ou você já esperava? Comente! Queremos saber sua opinião. ;)

 

As garagens que revolucionaram o mundo

por em Geral (6) comentários

Captação de recursos, rodadas de investimento, capital de giro… Esses são desafios de grande parte dos empreendedores no início de seus negócios. Com a competitividade do mercado atual, a maioria das empresas realmente precisará de um ou mais de um deles. Porém, temos exemplos para nos mostrar que isso não é uma condição à qual todos devem se submeter. Com determinação, foco, trabalho árduo e boas ideias você pode começar o seu negócio realmente do zero.

garagem-de-gênio

Essa pequena lista é uma prova disso. São negócios que começaram em garagens do vale do silício e de outras partes dos EUA e deram supercerto. Reflita: de pelo menos uma dessas marcas você é um usuário ou um fã, correto?

Você e bilhões de outras pessoas em todo o planeta se relacionam diretamente com estas empresas que nasceram literalmente na garagem das casas de seus fundadores e mudaram o mundo revolucionando seus segmentos. Confira quais são essas marcas sobre as quais estamos falando.

Google

Sim, começamos por essa gigante que domina diversos segmentos da internet. Larry Page e Sergey Brin, recém-formados pela Universidade de Stanford, alugaram a garagem de uma amiga – Susan Wojcicki, que mais tarde se tornaria uma executiva da empresa – em setembro de 1998.

Foram dias e noites de trabalho pesado no desenvolvimento do que hoje conhecemos como o buscador do Google. O objetivo deles era criar um site que pudesse indexar e manter todos os tipos de informações disponíveis na web, de forma acessível para todos os tipos de usuários no mundo. É desnecessário falar do sucesso que obtiveram neste propósito. Hoje, a empresa, que já possui diversos outros produtos, como o Gmail, YouTube, Google+ e Google Drive, mira cada vez mais alto, investindo em inovações como o Google Glass e o projeto do carro que não precisa de motorista (em fase de testes).

Apple

A Apple é outra marca mundialmente famosa, rivalizando com o Google em diversos segmentos. Em comum entre as duas há o fato de que começaram suas atividades em garagens. Steve Jobs, Steve Wozniak e Ronald Wayne desenvolveram o primeiro computador Apple em 1976, na garagem dos pais de Jobs.

Este Apple foi vendido por $ 500 dólares para uma loja local, dando aos jovens empreendedores o entusiasmo para persistir na ideia. Então vieram outras versões até que a Apple se tornou uma empresa mundialmente conhecida com o lançamento da linha Macintosh, que rendeu a eles milhões de dólares. Hoje em dia a Apple é líder mundial em tecnologia, criando dispositivos revolucionários como o iPhone, iPod e o iPad.

Microsoft

Todo usuário de computadores conhece a Microsoft. Ela é certamente a mais importante empresa de software no mundo, e foi criada em uma pequena garagem na cidade de Albuquerque, nos Estados Unidos, por Bill Gates e seu amigo Paul Allen.

O primeiro sistema operacional criado pela empresa foi licenciado por $ 80.000 dólares. Os dois continuaram trabalhando no desenvolvimento de sistemas similares e alguns anos depois lançaram o Windows, que se tornou um ícone da microcomputação. Hoje em dia o Windows é de longe o sistema operacional mais usado no mundo, presente em cerca de 80% de todos os computadores do planeta.

Amazon

A Amazon.com é o maior e mais amado e-commerce do mundo, referência para os empreendedores do segmento nos cinco continentes. Foi criada em 1994 como uma loja virtual de livros por Jeff Bezos em uma garagem em Washington. Em julho de 1995, a Amazon fez a sua primeira venda e desde então não parou de crescer. Hoje a companhia compra, vende e entrega livros em 48 países diferentes.

Além da tecnologia

Por algum motivo, as empresas de tecnologia são os exemplos mais numerosos de negócios que começaram em garagens e revolucionaram o mundo. Mas existem outros, como a Disney World, que começou na garagem do tio de seu fundador, Walt Disney, em Los Angeles, e a banda de rock Nirvana, que ensaiava em uma garagem de Seattle e se tornou grande parte do movimento grunge nos anos 1990..

E então, se você tem disposição e uma boa ideia, só resta saber: tem um espaço sobrando aí na sua garagem?

Aprenda a otimizar seus e-mails para o mobile!

por em Geral Nenhum comentário

Você certamente já ouviu dizer que o futuro da internet são os dispositivos móveis, certo? Esta máxima, como ocorre muito constantemente quando o assunto é tecnologia, já está ultrapassada. O mobile não é o futuro, ele já é o presente!

email mobile blog

Nos últimos anos houve uma explosão no número de aberturas de e-mails a partir de dispositivos móveis. Ao final do primeiro semestre de 2014, cerca de 45% de todos os enviados foram abertos via mobile. Considerando que no mesmo período de 2011 este número foi de 11%, temos um aumento de 309% em 3 anos.

Estes números fizeram com que as marcas começassem a avaliar se deveriam adaptar suas estratégias a este cenário – dúvida que logo foi dissipada diante do forte e irreversível crescimento do alcance dos dispositivos móveis. Atualmente, aqueles que não têm seus e-mails otimizados para mobile estão perdendo espaço e, consequentemente, dinheiro. Para não correr este risco, fique atento às dicas que preparamos para você nesse post!

O layout responsivo

O layout responsivo, seja para e-mail ou páginas da web, atende a uma necessidade cada vez mais forte para estratégias digitais: a adaptabilidade aos mais diversos tipos de dispositivos e formatos de telas. Atualmente acessamos a internet basicamente pelos desktops, notebooks, tablets e smartphones, mas a cada dia estamos mais próximos da realidade da “internet das coisas”, quando os mais diversos aparelhos estarão conectados à rede, desde os eletrodomésticos em nossas casas até os computadores de bordo de nossos carros.

Justamente por isso, as páginas e aplicações web devem ser capazes de responder corretamente a todos os tipos de dispositivos, com uma exibição adequada do layout. Isso é a chamada responsividade, que utiliza larguras e imagens de tamanhos variáveis e adaptativos, além de tecnologias que facilitam a compreensão universal.

Porém, tecnologia não é tudo. A seguir vamos entender outras práticas que contribuem decisivamente para o sucesso de campanhas de e-mail marketing mobile.

Layout em uma coluna

Apesar de muitas newsletters utilizarem layout multicoluna, se você quer otimizar suas campanhas para mobile é hora de considerar a troca para o layout em apenas uma coluna. Esse formato é muito mais adequado para dispositivos móveis e ajuda bastante na melhoria da legibilidade. Um layout multicoluna numa tela estreita gerará barras de rolagem horizontais, o que é terrível para a usabilidade. A visualização do e-mail fica extremamente prejudicada e as rolagens normalmente ficam pequenas e difíceis de manejar. Neste caso, a ação mais provável do usuário é jogar aquela mensagem no lixo.

Botões adequados a telas touch

Para a leitura de e-mails em dispositivos móveis, o seu botão de call-to-action deve facilitar o uso ao leitor. O ideal é centralizar o botão e fazer com que ele tenha um tamanho mínimo de 44px x 44px. Você não quer que seu usuário “erre o alvo” justamente na hora de clicar no botão de conversão da sua newsletter, certo?

Fontes grandes

É consenso que uma das principais funções do design é facilitar a vida do usuário. Quando se trata de layouts mobile, essa regra deve ser seguida com a máxima atenção. Quando um usuário abre um e-mail no celular, uma das maiores dificuldades costuma ser o tamanho das fontes do texto. Se ele tem que usar o zoom, por exemplo, você certamente não está facilitando a vida do seu cliente. Na velocidade e dinâmica do mobile, estes pequenos contratempos costumam ser suficientes para cansar o usuário e fazer com que ele desista da leitura. Para evitar este problema, o ideal é corpo de fonte com 16px ou mais.

Estas são algumas recomendações básicas para tornar mais fácil a vida do seu público durante a leitura de seus e-mails em dispositivos móveis. Mas outras técnicas também podem ser bastante eficientes. Você costuma usar recursos diferentes destes? Comente!