Os 5 maiores erros de empreendedores de primeira viagem

por em Geral (1) comentário

O Brasil vive um momento propício para quem quer empreender. Apesar da economia não estar em franco crescimento, as vendas não param de aumentar e, superados os entraves burocráticos tradicionais de nossa pátria, geralmente quem abre um negócio de qualidade experimenta lucros interessantes. Além disso, muitos não aguentam mais a vida comum dos trabalhos normais e quer logo ser dono do seu nariz.

sucess-fail-blog

Todos esses fatos contribuem para a abertura cada vez maior de negócios, sejam essas pessoas experientes ou não. Porém, para que o sucesso chegue é necessário estar de olhos bem abertos e não cometer alguns erros. Quer reconhecer e evitar as falhas que os empreendedores de primeira viagem geralmente cometem? Então confira o texto a seguir!

1 – Não investir no marketing

Investir em marketing e propaganda é o que vai fazer sua empresa ter visibilidade no meio e trará a oportunidade das pessoas conhecerem seus serviços e produtos. É o ímã que trará as pessoas até você! Mesmo com pouco dinheiro em caixa você deve buscar maneiras criativas e alternativas de divulgar seu negócio. A grande sacada é não se esconder: apareça!

2 – Não conhecer os seus clientes

Para começar um empreendimento é essencial conhecer bem sua área e, principalmente, seu público. É fundamental saber o que eles querem e como seu serviço ou produto se encaixam nessa equação. Isso será um belo diferencial e pode deixá-lo passos à frente de sua concorrência. Busque conhecer os anseios, gostos, expectativas, padrões de compra e outros pontos nos quais você pode ajudá-los. Desta forma seu negócio sempre terá volume.

3 – Não ter capital de giro

Empresas que estão começando precisam de capital de giro. É muito comum oscilar financeiramente no início, e você deve estar preparado para isso. Se os clientes não respondem à sua expectativa, é preciso ter condições de tocar o empreendimento e mudar esse panorama. Uma reserva para os momentos difíceis é imprescindível. Aja com prudência.

4 – Não preparar os funcionários

Motivar, treinar e gerenciar de maneira adequada sua equipe é indispensável se você quer atingir seus objetivos com sua nova empresa. O seu pessoal é que dará o verdadeiro valor ao seu empreendimento e você deve conhecê-los bem e adequá-los as suas necessidades com treino e atenção. Dessa forma você aumentará sua produtividade e, de quebra, seus lucros.

5 – Monopolizar as ideias

Um grande erro dos chefes e líderes é tentar monopolizar suas ideias e querer excessivamente vender uma imagem de mentor ou gênio. Essa vaidade pode sair muito cara e deixar você sozinho na hora do prejuízo. Mesmo que seu empreendimento seja de pequeno porte, tenha nos conselhos de funcionários, pessoas do ramo ou até seus familiares um porto seguro. O básico é cercar-se de pessoas de confiança e ouvir com atenção e humildade suas opiniões e ideias.

Seguindo essas dicas, seu negócio tem tudo para ter sucesso. No começo, todo empreendimento é trabalhoso e suas metas podem parecer inalcançáveis, mas com astúcia e informação pode-se chegar aonde espera. Se você deseja empreender e ter seu próprio negócio aja sempre embasado em muito planejamento!

E aí, gostou do nosso post de hoje? Você é um empreendedor? Compartilhe suas opiniões e experiências conosco através dos comentários!

Cyberbullying: o que é e como agir nesse caso?

por em Geral Nenhum comentário

A prática do bullying vem se tornando cada vez mais objeto de discussões muito além do âmbito pedagógico. Inicialmente visto por alguns como questões inerentes ao convívio entre crianças e adolescentes, rapidamente foi entendido pelos educadores como algo que pode acarretar sérios problemas psicológicos. A partir daí, começou a ser tratado não mais exclusivamente como um problema pedagógico, mas como uma questão importante para a sociedade como um todo.

ciberbullyng

O bullying se refere a atos de violência física ou assédio moral, voluntários e recorrentes, normalmente contra uma criança ou adolescente, praticados individualmente ou em grupo por seus pares. A expressão se origina do inglês “bully”, e pode ser traduzida como “valentão”.

O cyberbullying

Com o advento da internet e particularmente das redes sociais, a prática do bullying deixou de ter o alcance restrito a grupos de convivência e perdeu os limites. O uso da internet como veículo para atos de bullying é conhecido como cyberbullying. Trata-se de uma prática que potencializa os efeitos psicológicos sobre a vítima na mesma proporção em que a web multiplica o alcance dos ataques.

Uma situação comum é a de indivíduos que sofrem bullying na escola e enfrentam a extensão da prática para o ambiente virtual. Com isto, podem se tornar vítimas de stalkers (usuários que vasculham e espionam perfis nas redes sociais), tendo sua vida online invadida e divulgada. Isto acarreta a perda da privacidade e ocasiona agressões vindas de todos os lados, muitas vezes de pessoas que sequer conhecem a vítima. O cyberbullying é algo muito sério. Se o bullying em si causa tantos transtornos e traumas em suas vítimas, este potencial de aumento do alcance pode multiplicar os problemas.

Legislação

Se por um lado o cyberbullying tem maior potencial de prejuízo à vítima do que os casos de bullying convencional, por outro ele possibilita formas de defesa mais tangíveis. Ao contrário do que muitos pensam, a internet não é um terreno sem lei. Mesmo que em alguns casos não exista legislação específica para atos cometidos no ambiente online, leis genéricas podem e são aplicadas.

De acordo com o portal JusBrasil, a Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Câmara dos Deputados aprovou no último dia 20 de agosto a inclusão do crime de bullying (intimidação vexatória) no Código Penal brasileiro. O texto prevê ainda que nos casos específicos de cyberbullying, a pena será aumentada em dois terços.

Isto significa que o bullying e o cyberbullying estão próximos de serem devidamente classificados como crimes pela legislação brasileira, tornando mais fácil a punição e teoricamente colaborando para o combate desse tipo de ato.

Como reagir a casos de cyberbullying

Para a vítima do cyberbullying, manter a calma e analisar friamente a situação normalmente é uma tarefa complicada. Mas é necessário preservar o equilíbrio, procurando evitar, tanto quanto possível, que sua personalidade e autoestima sejam afetadas. Nesse tipo de situação, traumas são comuns e pode ser necessário buscar ajuda psicológica para não permitir que a vítima deixe de acreditar no seu próprio valor.

Como prevenção, pode-se evitar a publicação de informações pessoais ou fotos na internet. Em casos já consumados, a vítima deve avaliar a hipótese de suspender ou apagar temporariamente seus perfis, pois isto evita sua divulgação e o próprio contato com conteúdos ofensivos.

E o mais importante: tudo o que é feito na internet deixa rastros. A vítima deve reunir o máximo de informações sobre as agressões, sejam perfis dos agressores, links para postagens ofensivas e todo o tipo de conteúdo que lhe cause constrangimento. Com este material em mãos, as devidas medidas legais podem ser tomadas.

Se você é uma vítima, defenda-se e procure ajuda. Mas se você promove ações de bullying contra outras pessoas, pense no transtorno que pode causar a elas e tenha consciência de que seus atos podem ter graves consequências, sejam elas psicológicas para a vítima ou penais para você.

Café da Manhã com desenvolvedores

por em Conversando com gente que faz Nenhum comentário

No dia 03 de setembro de 2014 fizemos o nosso 1º Café da Manhã para Desenvolvedores. Esta ação faz parte de um grande projeto do qual a Locaweb tem trabalhado para estreitar a sua relação com os seus clientes desenvolvedores web.

O nosso primeiro encontro foi muito especial pois os convidados tiveram a oportunidade de conhecer de perto a sede da Locaweb com direito a um tour completo por toda a empresa incluindo uma visita prévia ao Data Center!

Além do café da manhã, os convidados assistiram palestras sobre Cloud Computing  com grandes profissionais da Locaweb.

Veja o que rolou:

 

cafe da manha 1 cafe da manha 2 cafe da manha 3 cafe da manha 4 cafe da manha 5

Veja alguns depoimentos dos participantes que compareceram. 

cafe-dev

Conheça um pouco mais sobre os palestrantes:

Kemel Zaidan –  Evangelista de Tecnologia da Locaweb

cafe da manha 6

Membro ativo da comunidade de software livre brasileira, já coordenou projetos de educação e inclusão em entidades do terceiro setor e foi editor chefe da Linux Magazine, tendo palestrado em diversos eventos de tecnologia. Nos últimos anos, tem se dedicado a pesquisar o universo da cultura digital e seus desdobramentos.

cafe da manha 7

Possui experiência profissioal de mais de 12 anos em desenvolvimento de software. É especializado em arquitetura de software, aplicações web e infra-estrutura. Participou como líder em vários projetos de grande porte e atualmente é gerente de engenharia dos produtos da Locaweb.

Gostaria de participar do próximo Café da Manhã?

Inscreva-se aqui para receber informações sobre os próximos encontros!

Conheça 4 recursos indispensáveis para seu e-commerce

por em Geral Nenhum comentário

Montar uma loja virtual nos dias de hoje é um procedimento relativamente simples e que pode levar pouco mais que algumas horas em algumas ferramentas existentes na web. E é justamente em função dessa acessibilidade que a concorrência no mercado está cada vez mais acirrada. Se você está em busca de tornar seu e-commerce referência naquilo que faz, conheça 4 recursos indispensáveis para melhorar a experiência dos internautas e alavancar de vez as vendas.

4 ecommerce

Sua loja no mapa

Montar uma loja classe A não é suficiente caso ela não esteja ‘no mapa’ da web. Por isso, é fundamental que ela seja capaz de ser otimizada para mecanismos de busca, especialmente o Google. Essa funcionalidade torna as páginas facilmente identificadas pelos buscadores, aumentando as chances de boas classificações, o tráfego para a loja e, consequentemente, as chances de conversão em vendas.

Integração com o Correio

Quando um cliente está concluindo uma compra na internet, é natural que se preocupe com questões como modalidades de entrega e prazos efetivos, afinal esses são alguns dos critérios que os ajudam a escolher entre uma loja física ou virtual. Em função disso, outro recurso indispensável é a integração com os serviços do Correio. Essa solução permite o cálculo de preços e prazos de forma automática, aumentando a agilidade do processo de compra e, naturalmente, a satisfação dos clientes.

Pagamento facilitado

Se a sua loja online não quer ver carrinhos abandonados com frequência, também precisa ficar de olho nos métodos de pagamento. Afinal, muitos clientes que estavam prontos para concluir uma compra podem desistir disso ao perceberem que não poderão pagar da forma que esperavam ao entrar no site.

Por isso, outro recurso essencial para seu e-commerce é a oferta de métodos de pagamentos variados, como cartão de crédito, boleto ou transferência bancária. Além de oferecer essas opções, também é preciso ter opções de diferentes bandeiras e instituições financeiras para que sua loja alcance uma grande quantidade de internautas.

Outra preocupação é que esse recurso possa oferecer segurança, garantindo que os clientes não tenham receio em inserir dados pessoais e bancários ou estornar pagamentos caso não recebam os produtos conforme esperado.

Benchmark imediato

Vender na web pode se tornar um desafio complexo em função da dinâmica de ofertas e promoções. Por isso, outro recurso fundamental para sua loja é o monitoramento constante da concorrência. Imagine poder acompanhar por meio de notificações automáticas as mudanças de preços feitas pelos concorrentes: isso ajuda seu e-commerce a fazer ajustes para se posicionar de forma mais estratégica no mercado, sem precisar fazer buscas extensas periodicamente para isso.

Outra oportunidade que esse tipo de funcionalidade oferece é a notificação de quando um produto disponível em sua loja é o único disponível na web em um determinado momento. Nesse caso, é possível fazer ofertas especiais para turbinar as vendas aproveitando oportunidades que podem passar despercebidas quando sua loja não tem as ferramentas adequadas para identificá-la.

E você? Acredita que essas ferramentas podem realmente ajudar uma loja virtual a turbinar as vendas na web ou acha que ainda é preciso adotar outras soluções? Deixe seu comentário!

Defina melhor o horário para seus posts no Facebook

por em Geral Nenhum comentário

Os profissionais de marketing e comunicação que trabalham com social media costumam ter discussões acaloradas sobre os melhores dias e horários para fazer publicações nas diferentes redes sociais.

No Facebook, isso não é diferente: ao fazer posts em horários favoráveis, sua empresa aumenta as chances de que o conteúdo tenha maior alcance e engajamento entre os fãs, contribuindo para o reconhecimento da marca e a melhoria resultados da estratégia de marketing digital como um todo.

Mas será que é realmente possível descobrir o melhor horário para fazer publicações no Facebook? Confira agora!

face-time-2

Conheça os horários desfavoráveis

Uma rápida pesquisa na internet é suficiente para encontrar fontes de informação que apontam como ideais alguns horários totalmente diferentes. Por isso, uma boa forma de começar é encontrar aquelas horas que todas essas fontes acreditam não serem ideais para fazer uma publicação.

Em geral, os horários mais desfavoráveis são nos fins de semana e durante a madrugada. Além disso, as pessoas costumam acessar menos as redes sociais durante o horário comercial. É claro que também existe atividade de usuários nesses períodos, mas ela certamente será menor quando comparada aos horários de pico.

Analise os relatórios

O Facebook é uma das redes sociais que traz as melhores ferramentas para que os profissionais que trabalham com social medida avaliem sua presença na web. Os relatórios gerados em sua página ajudam a descobrir os horários ideais para as publicações, de forma simples e visual.

Acesse a aba ‘Informações’ e em seguida clique em ‘Publicações’. Ali, é possível ver os horários do dia em que seus fãs estão online, por meio da quantidade média de pessoas que viram qualquer publicação no Facebook em uma determinada hora de um dia da semana.

Esses horários são aqueles em que seus fãs estão mais ativos no Facebook, fazendo updates, adicionando amigos, curtindo e comentando, o que aumenta a chance de que você entre na linha do tempo dessas pessoas em um horário mais adequado.

O conteúdo é rei

Lembre-se de que as informações sobre os melhores horários para fazer publicações não podem ser proibitivas para suas atividades no Facebook. Imagine que sua empresa faça uma publicação trivial em um excelente horário e outro post com um conteúdo incrível em uma hora desfavorável. Ainda assim, pode ser que essa última publicação apresente resultados superiores em engajamento e alcance. Isso mostra a importância do desenvolvimento de um conteúdo sempre rico, atualizado e de interesse do público-alvo.

Experimente

Muito melhor do que fazer pesquisas sobre os melhores horários de publicação no Facebook é experimentar com sua própria base de fãs. Faça publicações nos horários considerados desfavoráveis e veja como seu público se comporta. Ou então varie as publicações durante um mesmo mês para ver quais aquelas que estão trazendo resultados mais interessantes.

Nesse caso, é fundamental acompanhar de perto as estatísticas da sua página no Facebook para conhecer o comportamento dos fãs e fazer as mudanças necessárias para otimizar o alcance e o engajamento do conteúdo.

E você? Qual acredita ser o melhor horário para postar no Facebook? Deixe seu comentário!