Criador de Sites 2.0 – Boas práticas de design e usabilidade.

 img-3

É importante começar o post deixando claro que não existe uma receita de bolo para criar um bom site. Por outro lado, você pode seguir algumas dicas e ficar muito mais perto de atingir seu objetivo. Comece respondendo às seguintes perguntas:

1) Como sua empresa quer ser reconhecida, encontrada e lembrada?

2) Para quem você quer direcionar sua comunicação?

3) Qual é o principal objetivo do site?

Estas respostas devem ser consideradas como um guia para a construção de seu site – por isso mesmo, cada projeto é único. Poucos sites conseguem chamar sua atenção de maneira positiva e pouquíssimos são bons o suficiente para serem lembrados. Portanto, seja consistente na hora de transmitir o discurso da sua empresa, direcione sua comunicação sempre para o mesmo público e nunca esqueça do real objetivo do site.

Então, a primeira dica é: tenha foco. Definido o principal objetivo do site, lembre-se dele sempre que for criar uma nova página. Isso vale também para o público-alvo: não tente atingir o máximo de pessoas possível porque uma comunicação abrangente demais acaba não impactando ninguém.

Para colocar a mão na massa, siga as dicas de boas práticas de design:

As pessoas lêem menos do que você acha

Diversos estudos comprovam que ninguém lê na internet; na verdade, as pessoas apenas “escaneiam” as páginas com os olhos para ter uma ideia geral do conteúdo. Se forem impactadas por algum link e título que chame a atenção, aí sim os olhos pousam sobre o trecho para dar mais atenção. Portanto, corte o excesso. Em seu site, diga apenas o necessário para atingir o objetivo.

Conteúdo organizado é mais atraente

Até mesmo um site com pouco texto pode ser cansativo, entediante e chato. Faça um esforço para deixar a diagramação do conteúdo mais agradável: dê um título para a página, divida os assuntos em blocos menores (separando-os com subtítulos), use imagens de apoio. Se no menu o link da página é “Contato”, deixe um título na página como “Venha tomar um café com a gente!”. Muito mais atraente e amigável, não?

Evite fontes pequenas e cores cansativas

Uma leitura confortável é item indispensável para que o visitante passe mais tempo navegando. Se o seu site parecer cansativo na primeira “escaneada”, pode ter certeza de que o visitante não vai tentar se esforçar para ler e vai sair rapidinho. Portanto, deixe que o design limpo, organizado e agradável chame a atenção, em vez de fazer isso com cores berrantes. Lembre-se sempre de que o monitor emite luz, por isso páginas muito coloridas podem causar bastante desconforto.

Usar fontes um pouco maiores também é uma boa dica: para os parágrafos, escolha entre corpo 14pt e 16pt; já para os títulos, entre 24pt e 36pt – dependendo da importância que você quer dar para cada um deles.

Não tenha medo da altura do site: aquela história de que os usuário não rolam a página é um mito, já derrubado por estudos. Se o conteúdo for interessante, o usuário vai rolar a página e navegar pelo site, pode ter certeza.

Não use “clique aqui

Um termo bastante comum em sites é o “clique aqui”. Seja em páginas internas ou até mesmo na home, o famoso “clique aqui para saber mais” ou “clique aqui para conhecer a empresa” é um grande problema de usabilidade. Isso porque, como dito anteriormente, o usuário apenas “escaneia” as páginas com os olhos, procurando elementos que chamem a atenção. Em geral, eles são: imagens, títulos e links. Agora, imagine o quanto entediante é uma página cujos links são todos “clique aqui”. O usuário passa alguns segundos olhando pra sua página e não descobre qual é o assunto principal.

Outro motivo para evitar o “clique aqui” é o impacto dessa prática no SEO – Search Engine Optimization. Diversos fatores são levados em consideração pelo Google na hora de exibir seu site entre os resultado. Um dos mais importantes é justamente o conteúdo das páginas e os links internos: por exemplo, “clique aqui para conhecer os consultores jurídicos” tem menos importância para o Google do que “conheça os consultores jurídicos”, na hora de uma pesquisa por “consultores jurídicos”.

Música? Só se o visitante der play

No início da popularização da internet era muito comum entrar em sites cheios de apresentações em Flash, Gifs animados e música de fundo. Mas já faz algum tempo que essas práticas caíram em desuso. Hoje em dia, acessar um site em que uma música começa a tocar automaticamente causa uma péssima impressão para o visitante. Primeiro, porque é comum ter várias abas abertas e não saber de onde vem a música é bem irritante. Segundo, porque o usuário pode estar sem fones de ouvido, em um ambiente inadequado para sons com volume alto. Além do mais, lembre-se que seu site pode ser acessado não só de um computador, mas também de um smartphone, tablet e diversos outros dispositivos.

Portanto, se o conteúdo em áudio for imprescindível para o objetivo da página, deixe um player visível para que o usuário possa iniciar quando quiser e pausar a qualquer momento.

Crie padrões e siga-os sempre

Como já dito, é importante criar páginas que sejam confortáveis de ler e de navegar. Padronizar o tamanho das imagens e dos textos em cada página também á uma boa prática. Se você fizer uma página sobre os funcionários da sua empresa, por exemplo, use sempre o mesmo estilo visual para cada foto, deixando todas com o mesmo tamanho. Assim, seu conteúdo fica bem organizado e transmite a idéia de profissionalismo. Leia mais sobre padrões e identidade visual.

Exibir ComentáriosOcultar Comentários

3 Comments

  • José Roberto
    Posted 07/08/2015 at 14:12 0Likes

    Simples, claro e esclarecedor. Parabéns, continuem com o trabalho. Isso é muito importante para os que estão iniciando.

  • helton
    Posted 13/09/2015 at 09:09 0Likes

    espero que nossa parceria seja longa e duradoura…
    pesquisei bastante varios sites ate chegar no locaweb…

  • Alexandre
    Posted 01/12/2015 at 09:57 0Likes

    Ajudou bastante. Obrigado!

Comments are closed.