Para que serve o Google Analytics e como implementá-lo?

em Google Analytics, Hospedagem.

O Google Analytics é uma ferramenta completa e gratuita, que nos permite mensurar qualquer informação que quisermos de sites como, por exemplo, visitas, vendas, público, fonte de tráfego e muitas outras. Conseguimos, também, cruzar informações e gerar relatórios customizados.

Além disso, a ferramenta também permite a criação de um relatório com todas as vendas oriundas de mídia paga (Google Adwords, Afiliados, Facebook, Youtube e etc), ou busca orgânica.

Essas informações são muito importantes para gerenciar seu negócio, principalmente se você possui um ecommerce. Mas primeiramente vamos mostrar como implementar esta ferramenta em seu site.

Importante: as métricas só começam a ser contabilizadas a partir da implementação do UA (Universal Analytics) em seu site e, por isso, dados retroativos não podem ser visualizados.

E como eu faço para gerar meu UA?

Então vamos lá:

Passo 1: crie uma conta no Google (caso já tenha não precisa criar uma nova).

Passo 2: acesse a url https://analytics.google.com.

Passo 3: clique em Inscreva-se.

Em seguida, você será redirecionado para uma página onde poderá cadastrar o segmento do seu site e a sua url.

Após concluir o cadastro do seu site, você será redirecionado para uma página de aceite dos termos de uso do Google Analytics.

Logo após ocorre a parte mais importante: a geração do Universal Analytics ou UA.

Cada site tem seu próprio UA e é desta forma que o Google Analytics consegue coletar todos os dados necessários para acompanhar as métricas do seu site.

A página que você irá visualizar será semelhante a esta:

Passo 4: copie todo o código de acompanhamento (UA). Ele deve ser inserido em todas as páginas do seu site.

Insira a tag dentro do <body>. O código será semelhante a este:

Passo 5: após inserir a tag, certifique-se que ela está funcionando. Para testar, por exemplo, podemos criar um UTM falso.

 E o que é UTM?

Significa Urchin Traffic Monitor, que foi criado no Urchin, mas o Google Analytics herdou. Ele pode ser usado para rastrear o tráfego e são com estas utms que as campanhas que fazemos online podem ser identificadas. Para o nosso teste, usaremos 3 utms obrigatórias para identificação:

São estes: utm_source, utm_medium e utm_campaign.

O utm_source serve para identificarmos a fonte, pode ser um site parceiro, ou um anunciante, por exemplo, utm_source=facebook, google, bing, yahoo.

O utm_medium é a mídia de publicidade, pode ser um banner, email, uma campanha paga cpc (custo por click), por exemplo utm_medium= organic,cpc

O utm_campaign é o nome da campanha daquela ação.

Lembrando que estes parâmetros são usados para identificar as campanhas. Você pode usá-los da maneira que for mais fácil para você identificar. Mas é sempre importante padronizar. Para nosso teste vamos utilizar o valor ‘teste’ em todas as UTMs, conforme abaixo:

?utm_source=teste&utm_medium=teste&utm_campaign=teste

Passo 6: copie e cole este utm após a sua url. Por exemplo:

Meusite.com.br/?utm_source=teste&utm_medium=teste&utm_campaign=teste

Em Tempo real > Origem de tráfego faça uma busca pelo termo definido no utm_medium. No nosso caso vamos utilizar o termo teste.

Se tudo estiver certo o Google Analytics exibirá uma sessão ativa com a origem e mídia definidas anteriormente. Na aba comportamento podemos conferir em tempo real a página que estamos navegando.

A partir de agora será possível medir as métricas do seu site, as sessões, fonte de tráfego e muito mais.

No próximo post, falaremos sobre quais dados podem ser utilizados e o que cada aba significa.

Você também pode gostar