Já sabe como vender na Black Friday deste ano? Esse evento que, anualmente, cai na última sexta-feira de novembro, é um dos mais importantes para quem tem um comércio eletrônico.

Elaborar ações e estratégias é preciso para quem almeja ter um faturamento mais alto e atrair novos consumidores. Confira no artigo como lucrar com o seu site na Black Friday. Mas, lembre-se: quanto antes as ideias forem definidas, melhor!

Como vender na Black Friday?

A expectativa para a Black Friday está ainda maior. E-commerces e lojas virtuais de todo o Brasil esperam que seus faturamentos superem o primeiro semestre do ano.

É fato que para alcançar o sucesso que tanto deseja é preciso se esforçar em estratégias para atrair clientes e lucrar mais – tanto em uma loja física, quanto virtual. A maior oferta dos comércios se aplicam diretamente ao preço dos produtos, conquistando ainda mais o público.

Caso você tenha um empreendimento de negócios B2B, as estratégias também podem beneficiar seu negócio. Afinal, se você vende para outras empresas também poderá realizar ofertas de seus produtos e serviços.

Todos querem saber como vender na Black Friday. Porém, há recomendações que antecedem as vendas e devem estar muito bem alinhadas para o grande dia. Hoje, mostraremos algumas recomendações essenciais para destacar o seu site perante aos concorrentes.

Entretanto, os primeiros cuidados de quem está online e espera vender mais na Black Friday, devem começar a partir das suas próprias páginas na internet. Dessa maneira, você poderá oferecer a melhor experiência para visitantes, leads e clientes, tornando a jornada de compras muito mais intuitiva e segura.

1. Confira o desempenho da sua hospedagem

É comum que em alguns períodos do ano e do comércio eletrônico, o volume de buscas e acessos aumentem. Com isso, sites e lojas virtuais podem sofrer instabilidades caso estejam em uma hospedagem que não seja compatível com o volume de visitas.

Solicite uma análise da performance da sua hospedagem diretamente com seu host ou desenvolvedor. Eles poderão indicar quais soluções são as mais indicadas conforme o seu crescimento.

Dentre as opções, pode ser executado um upgrade de recursos ou até mesmo uma migração para outra infraestrutura, como o cloud computing que suporta uma alta demanda de acessos simultâneos.

2. Torne o seu site seguro

Verifique se o seu site tem um cadeadinho no início do endereço. Se tiver, fique tranquilo: sua página está protegida e criptografada para o tráfego de usuários e dados.

Caso ainda não o tenha, verifique com seu provedor a ativação do Certificado SSL.
Além do Google priorizar sites que estão dentro dos critérios de segurança, a experiência e navegação dos seus visitantes pode ser afetada com a falta desse recurso.

Sites que não possuem um certificado de segurança, mostram a todos os visitantes que o ambiente não é seguro para navegação, diminuindo drasticamente o tráfego e o ranqueamento orgânico de uma página.

Independente se houver personalização para a Black Friday ou mínimas mudanças: utilize uma ferramenta de análise como o Google Analytics para conferir o funcionamento de todas as suas páginas e links mais acessados.

Dessa maneira, você poderá identificar melhorias e priorizar páginas que tenham mais tráfego para adicionar gatilhos de conversão e outros recursos.

Aproveite para acompanhar a sua performance e estabelecer um aprendizado para quantidade de acessos, dispositivos mais usados, horários e sessões mais visualizadas.

4. Verifique os meios de pagamento

Sua loja virtual já está integrada automaticamente à soluções de pagamento? As transações online estão entre as etapas mais sensíveis para quem vende e quem compra na internet.
A melhor opção é oferecer uma variedade para consumidores: cartões, boletos e/ou até mesmo transferências bancárias, caso tenha possibilidade de integrar ao seu modelo de negócio.

Para garantir a integração de todos os recursos que estão envolvidos nas transações on-line, o melhor é contar com um provedor que oferece gateway e intermediadores de pagamento, assim como a Yapay. Além de assegurar o tráfego de dados entre empresa, cliente e instituições financeiras, é possível ainda contar com outras funcionalidades para vender na internet.

+Aproveite e conheça agora todos os meios de pagamento disponíveis para quem vende na web!

5. Tenha um canal de atendimento integrado

Possíveis dúvidas e contratempos podem acontecer, por isso, tenha um SAC, isto é, atendimento ativo no seu canal on-line.

Um dos grandes diferenciais de uma marca é responder seus clientes com agilidade e clareza. O Desk 360, por exemplo, é eficiente, rápido e não deixa nada a desejar em um atendimento on-line, pois possui características do offline.

6. Construa uma jornada entre todos os seus canais

Para estimular ainda mais a conversão de leads e clientes, construa uma jornada integrada e complementar em todos os seus canais de atuação (sites, lojas, redes sociais, e-mail marketing).

Dessa forma, você poderá oferecer uma personalização e comunicações estratégicas aumentar a experiência digital dos seus contatos com a sua empresa.

Personalize as páginas do seu site, postagens nas redes sociais, templates de e-mail e até mesmo landing pages.

E se você chegou até aqui, está na hora de aplicar todas as recomendações para se preparar para a Black Friday. Certamente você terá mais sucesso com essas ações.
Não deixe de acompanhar as redes sociais da Locaweb para receber novas dicas e insights!

Exibir ComentáriosOcultar Comentários

Faça um comentário