Considerado antigamente como ultrapassado, o e-mail marketing já teve sua má fase, principalmente pela falta de conhecimento das boas práticas na escrita e disparo, o que resultava em muitos spams. Entretanto, ele vem ganhando mais forças atualmente com o surgimento de novas técnicas de segmentação e possibilidades de personalização. Dessa forma, a metodologia se reinventou e, hoje, é essencial para a comunicação das empresas.

O e-mail marketing, em sua definição, é toda a comunicação que é feita de uma organização para seus clientes e contatos. Ela pode ser enviada de forma manual ou automática para uma base determinada de leads que terão a chance de receber promoções, conteúdos, convites, newsletter etc.

A estratégia pode ser utilizada em diferentes tipos de modelos de negócio ou tamanho de empresas, uma vez que traz benefícios como boa taxa de alcance, formato de conteúdo flexível e grande possibilidade de conversão. Além disso, de acordo com uma pesquisa da The Radicati Group (2016), a previsão de usuários de e-mail até 2020 será de 3 bilhões, o que demonstra ainda mais crescimento nos próximos anos.

Entretanto, é necessário ter cuidado. O envio de e-mail marketing deve respeitar os padrões de boas práticas para evitar a perda de leads com o descadastramento ou até mesmo spam. Então, que tal conhecer algumas dicas para fazer a sua estratégia obter sucesso e atingir suas metas? Vamos lá!

Tenha um objetivo claro para saber o que esperar

Se você não tiver objetivos traçados, dificilmente saberá dizer se a estratégia foi eficiente ou não. Portanto, antes mesmo de começar a escrever um e-mail saiba quais os resultados que você quer obter com ele. Veja médias de mercado, compare com as suas no momento e veja aonde quer chegar.

Por exemplo, se a sua taxa de clicks é de 1% e a média de mercado está entre 3% a 5%, você pode colocar como objetivo ter uma taxa de clicks de 4%. É importante que eles não sejam genéricos demais para que você possa afirmar se houve sucesso ou não da metodologia.

Crie personas para um envio personalizado de conteúdo

Você não fala com uma criança da mesma forma que fala com um adulto, não é mesmo? Por terem idades e perfis diferentes, a abordagem também é distinta, e essa regra também vale para os seus clientes. Antes de criar uma comunicação, é preciso entender o seu público e saber o que quer comunicar a eles.

Primeiramente, você deve criar personas, que são representações semi fictícias dos seus melhores clientes. A partir daí será possível ter uma ideia do que fazem, de seus problemas, como ajudá-los etc., para, então, desenvolver uma comunicação eficaz.

Segmente a sua base de leads

Para que o envio seja certeiro e você consiga alcançar suas metas mais facilmente, é necessário fazer uma segmentação da sua base. Isto é: dividir o seu público por interesses comuns. Por exemplo, o negócio é uma revendedora de calçados, você pode segmentar uma parte da sua base por pessoas que tenham interesse em calçados femininos e outra voltada para os modelos masculinos, por exemplo.

Caso queira ser ainda mais específico, é possível fazer mais segmentações, trazendo especificidades à estratégia. Veja abaixo:

Calçados femininos:

  • clientes que gostam ou já compraram sandálias de salto;
  • clientes que gostam ou já compraram botas;
  • clientes que gostam ou já compraram tênis esportivo.

Calçados masculinos:

  • clientes que gostam ou já compraram sapatênis;
  • clientes que gostam ou já compraram tênis;
  • clientes que gostam ou já compraram sapatos sociais.

Consegue perceber que, ao segmentar, você consegue oferecer uma proposta muito mais específica e com possibilidade maior de conversão? Portanto, não seja genérico.

Não compre lista de e-mails

Comprar listas de e-mails não é uma boa prática de envio de e-mail marketing, uma vez que o usuário não autorizou o recebimento dessas mensagens e, muitas vezes, pode nem ter conhecimento sobre a sua marca. Isso eleva a taxa de descadastro e spams, podendo comprometer a entregabilidade da sua comunicação.

Para obter leads reais, você pode optar por três opções:

  • soft opt in: todo o lead convertido em uma página ou landing page sua estará automaticamente inscrito na sua lista de e-mails;
  • opt in: se assemelha ao soft opt in, entretanto, nessa opção, o usuário deve aceitar receber e-mails da sua empresa;
  • double opt in: nessa opção, depois de aceitar receber e-mails da empresa, uma mensagem será enviada para o usuário confirmar que optou pelo recebimento.

Sem dúvidas, a melhor opção é a double opt in, pois o cliente terá, de fato, interesse em receber informações suas, o que contribui para uma taxa de abertura, clicks e conversão muito maior.

Deixe os clientes saírem, se quiserem

Além de cuidar para que sua base de leads seja sadia, é importante que a sua empresa deixe uma alternativa caso não queira receber mais e-mails. Tal técnica se chama Opt Out, que consiste na possibilidade de o cliente pedir o descadastro da sua lista no momento que desejar.

Isso evita que, caso não haja a opção do Opt Out, seu endereço seja marcado como spam, interferindo na entregabilidade de e-mail para outros leads.

Preste atenção no formato da comunicação

Dependendo da plataforma que usar, você pode fazer e-mails em forma de texto ou em imagem (HTML). Mesmo que não tenha conhecimento em HTML, muitas ferramentas já vêm com essa opção de criação de layouts responsivos. A Locaweb, por exemplo, oferece dois tipos de ferramenta: uma para criação e personalização de e-mails e outra para integrar suas tarefas com os e-mails, o que permite maior otimização de tempo! Em ambas plataformas a sua empresa poderá personalizar, criar listas de segmentação especiais para endereços bloqueados, relatórios, salas de reunião etc.

Lembre-se que a inserção de links é primordial, e deve ser algo duplamente checado em sua lista. Assim, você consegue aumentar o tráfego do cliente pelo seu site, gerando mais possibilidades de conversão!

Viu como o e-mail marketing tem diferentes formas de comunicar, personalizar e inovar? Empresas que queiram estar presentes na vida dos consumidores de forma saudável devem investir na estratégia.

Porém, não se esqueça: antes de enviar e-mails, certifique-se de ter um objetivo bem definido, saiba para quem ele deve ser enviado, tenha a comunicação traçada e lembre de colocar links sempre que possível para melhorar a navegabilidade no seu site.

Gostou das dicas? Acesse o nosso site e conheça todas as ferramentas que podem te ajudar a estar mais próximo dos seus clientes!

EVENTO: Locaweb Digital Conference Live! -5 Dias 11 Horas 9 Minutos 9 Segundos
INSCREVA-SE!