O empresário Konrad Dantas, conhecido artisticamente como KondZilla, CEO e fundador da Kondzilla Filmes e Kondzilla Records, contou como foi sua trajetória e revelou o caminho até o sucesso na Locaweb Digital Conference Online.

KondZilla, que começou a estudar cinema após receber uma herança da mãe, tentou ele mesmo ser rapper, mas descobriu seu verdadeiro talento na produção de videoclipes. Criado em 2012, o canal da marca no YouTube já tem números gigantescos.

O canal KondZilla possui mais de 61 milhões de inscritos e supera 33 bilhões de visualizações em mais de 1600 vídeos. Somos o maior canal de funk do mundo, e o quarto maior canal de música do mundo”, contou Konrad.

Mas esses números não teriam sido alcançados sem conhecer muito bem sua audiência. Durante a palestra, Dantas revelou o perfil de seu público atual: 53% é feminino e 47% masculino, com idade entre 18 e 34 anos. A maioria de mulheres pode surpreender, mas é preciso saber que nem sempre foi assim. Antes de mudanças no canal, 70% do público era formado por homens.

“Em 2016, tomamos a decisão de retirar armas e palavrões das músicas, assim como não filmar mulheres em roupas de banho ou íntimas. A partir dessa decisão, pulamos de 6 milhões para 22 milhões de inscritos. A gente queria ampliar o consumo do funk para outro nível”, relembrou.

Tanto sucesso fez a marca extrapolar o ambiente virtual e tomar as ruas e o varejo – uma decisão inteligente de negócios. Agora, a Kondzilla é uma marca com mais de 12 produtos licenciados, como bonés, camisetas, mochilas e capacetes, além de outros serviços, que multiplicaram a presença da empresa.

“Hoje somos uma companhia muito além dos canais do YouTube. Éramos apenas fornecedores de serviços para o mercado. E se o meu cliente parasse de me enviar matéria prima? Ficaríamos sem material para fornecer. Agora agenciamos os artistas em formato 360”, completou Konrad.

Quer saber mais e conhecer em detalhes a trajetória de sucesso do KondZilla? Clique aqui e se inscreva para receber todas as palestras na íntegra.

Exibir ComentáriosOcultar Comentários

Faça um comentário