Recentemente Dov Bigio, Gerente de Produtos de Telecom da Locaweb, postou em seu blog sobre “O triângulo dos projetos“, que explica que dadas as variáveis de um projeto (qualidade, custo e prazo) pode-se fixar no máximo duas delas, e a terceira irá variar. Ou seja, se fixarmos prazo e custo, a qualidade poderá ser menor do que a esperada. Ou se fixarmos a qualidade e o custo, o prazo poderá ser maior que o esperado. Nunca conseguiremos fixar as três variáveis de um projeto.

O pessoal da 37signals prefere manter a qualidade sempre fixa (num patamar alto) e substituiu a qualidade pelo escopo no triângulo dos projetos. Eles também recomendam que devemos sempre fixar prazo e custo de um projeto e sempre flexibilizar o escopo.

Vou explicar como isso faz sentido usando como exemplo um projeto recente que tivemos aqui na Locaweb, o projeto de reescrever o site.
locaweb-antes

site da Locaweb antes do projeto de reescrever o site
Em novembro de 2008 decidimos que já havia passado da hora de termos um novo site que estivesse mais em linha com tudo o que temos estudado sobre experiência do usuário, design centrado no usuário, arquitetura da informação, design de interação e conceitos de web 2.0 com maior participação do visitante do site. Decidimos também o prazo, na primeira quinzena de março de 2009 esse site deveria estar no ar. E o custo também estava fechado: não íamos contratar ou pegar empresatado de outra equipe ninguém a mais para tocar esse projeto.

Tomada a decisão, começamos a desenhar o escopo do projeto. Dentre os vários requisitos do projeto tivemos:

  • navegação simples e intuitiva
  • manter o código bem enxuto
  • aplicar SEO em todo o site
  • minimizar o uso de flash
  • design visual leve, para dar importância à informação contida nas páginas
  • rever a arquitetura de informação de todo o site, revendo todo o conteúdo

Fizemos o planejamento para 6 sprints de duas semanas cada. Numa determinada altura percebemos que não ia dar para fazer tudo para lançar na primeira quinzena de março. Ficamos então pensando se íamos aumentar o prazo ou se podíamos cortar algo do escopo desse projeto.

A entrega de uma projeto é muito importante, tanto para a equipe que trabalhou no projeto, que fica com a sensação de “dever cumprido”, quanto para o cliente do projeto, que irá usufruir dos benefícios de ter o projeto pronto. Com isso em mente, decidmos diminuir o escopo, descobrir alguma coisa que pudéssemos cortar do projeto a fim de entregá-lo no prazo. Dentre as opções de redução de escopo, escolhemos não rever a arquitetura de informação de todo o site, mas apenas das áreas mais importantes.

Com isso conseguimos entregar a tempo e os visitantes do site – principal “cliente” desse projeto – puderam usufruir de seu novo layout e de sua nova organização.

locaweb-depois

site da Locaweb depois do projeto de reescrever o site
De uma certa forma, redução de escopo e redução de qualidade são parecidos, mas têm uma diferença fundamental. Podemos reduzir qualidade de duas formas:

  • fazer tudo o que foi planejado, só que fazer mal feito, ou;
  • fazer menos do que foi planejado, só que bem feito.

Já quando falamos em redução de escopo, não damos margem para interpretação: é sempre fazer menos do que foi planejado, mantendo o trabalho bem feito. E muitas vezes quando fazemos e entregamos menos, percebemos que o menos que entregamos já é suficiente e que o produto final de nosso projeto ficou melhor com menos do que o que foi originalmente planejado.

Então da próxima vez que você pensar em reduzir a qualidade de seu projeto para poder entregá-lo no prazo e dentro do orçamento, pense se não seria melhor reduzir o escopo. Você e seu cliente poderão sair ganhando com a redução de escopo!