Como citamos em outras ocasiões, a Locaweb vem trabalhando continuamente no projeto de reestruturação da arquitetura da plataforma de e-mail.

A primeira etapa foi concluída no início deste ano:  já migramos 100% das mais de 2,5 milhões de caixas postais hospedadas na Locaweb e atualizamos todos os componentes desta nova arquitetura.

E para deixá-lo ciente do andamento deste trabalho, comunicamos a implementação de melhorias nos filtros de conteúdo do mecanismo anti-spam. Neste processo, percebemos que a melhor maneira de se fazer um ajuste fino destes filtros é contar com o feedback dos clientes para classificar as mensagens como legítimas ou não.

O sistema, que passou  a ser administrado internamente pela Locaweb, possui bases próprias para catalogar as regras de bloqueio de e-mails: uma global (para todos os clientes da Locaweb) e outra local (específica por domínio), que será alimentada por cada usuário ao clicar no botão “marcar a  mensagem como spam”. Ambas as bases compartilharão os dados para criar um aprendizado, pois o filtro aprende a lidar com as mensagens e, de acordo com as respostas do sistema, passa a melhorar o bloqueio continuamente ao longo do tempo.


Vale lembrar que cada programa de e-mail ou ferramenta de webmail trata de modo diferente as mensagens consideradas como spam. Aqui, detalhamos algumas delas:


Novo Webmail (clientes que utilizam Locamail) – http://beta.locamail.com.br
– Mensagens identificadas como spam terão o termo [SPAM] incluído no assunto da mensagem.
– Em mensagens que você considerar como spam e que não tenham o termo [SPAM] no assunto, você pode clicar em “Marcar como spam” para alimentar o filtro de conteúdo.
– É possível criar um filtro em seu webmail para que estas mensagens sejam automaticamente movidas para a pasta spam – veja como em nossa wiki. Caso esta pasta contenha alguma mensagem que não seja spam, você pode marcá-la como ”Esta mensagem não é spam”.


Webmail antigo (clientes que utilizam Locamail) – http://webmail.<seudominio>.com.br/ ou http://pop.<seudominio>.com.br
– Mensagens identificadas como spam terão o termo [SPAM] incluído no assunto da mensagem.
– É possível criar um filtro em seu webmail para que estas mensagens sejam automaticamente movidas para a pasta spam – veja como em nossa wiki.
– Nesta ferramenta, não há a opção de alimentar o filtro de conteúdo. Por isso, recomendamos que você passe a utilizar o Novo Webmail. As migrações estão acontecendo de forma gradativa, mas você mesmo pode fazê-lo seguindo as orientações que estão na wiki.


Mobimail (clientes que utilizam este serviço)
– Mensagens identificadas como spam terão o termo [SPAM] incluído no assunto da mensagem.
– É possível criar um filtro em seu webmail para que estas mensagens sejam automaticamente movidas para a pasta spam – veja como em nossa wiki.
– Nesta ferramenta, não há a opção de alimentar o filtro de conteúdo.


Acesso via POP/SMTP
– Mensagens identificadas como spam serão automaticamente movidas para a pasta spam (ou Junk Folder, no MS Outlook). Em nossa wiki, você confere como habilitar/desabilitar este comportamento no MS Outlook ou em outros softwares.
– Neste tipo de acesso, não há a opção de alimentar o filtro de conteúdo, pois as mensagens são baixadas para seu computador e os servidores da Locaweb não guardam cópia delas.


Acesso via IMAP
– Mensagens identificadas como spam serão automaticamente movidas para a pasta spam (ou Junk Folder, no MS Outlook).
– Neste tipo de acesso, ainda não há a opção de alimentar o filtro de conteúdo. Em breve, esta funcionalidade será implementada e bastará você mover as mensagens para a pasta de spam, ou removê-las para outra pasta.


Sabemos que ainda há trabalho pela frente. Asseguramos nosso empenho em continuar desenvolvendo melhorias para que toda a classificação de spam seja automática, sem depender da configuração de filtros, e para que  o serviço de e-mail atenda e supere suas expectativas.


Agradecemos a compreensão e confiança durante este período.