Ninguém melhor para avaliar seu produto do que o público que vai utilizá-lo, certo? Depende. Abrir um beta testing exige que sua empresa faça um planejamento das ações, tenha uma comunicação efetiva para manter contato direito com seu cliente e busque objetivos previamente definidos.

95141903

Nesse artigo, você descobrirá as vantagens e desvantagens desse processo. Com isso terá conhecimento para fazer a melhor escolha.

Entendendo o beta testing

Inicialmente, é importante compreender alguns fatores que fazem parte do planejamento que sua empresa montará para conduzir o teste. Um deles é: não se pode mentir para o público sobre o nível de desenvolvimento que seu produto se encontra. Muito menos cobrar um valor considerado final se o que você oferece ainda não foi finalizado.

Dar alguma vantagem para quem entra no beta testing é praticamente uma regra. Um desconto ou mesmo o reconhecimento da participação do usuário no desenvolvimento do seu produto são algumas delas. Tudo vale nessa hora, principalmente quando a ação gratifica quem consumirá o que sua empresa pretende promover.

Mantenha uma linha de comunicação específica para receber as sugestões e o contato constante com quem oferece o feedback. Um webdesk ou call center será fundamental para tirar o real proveito do seu beta testing.

Com esses conceitos em mente, entenda agora as vantagens e desvantagens do beta testing.

Tudo o que o teste tem para oferecer

  • Quando você julga que seu produto já tem um bom nível de qualidade e que o próximo passo é uma avaliação em larga escala para testá-lo, nada melhor que ter o feedback do público.

  • A evangelização do público é mais efetiva se antes do lançamento oficial o usuário já teve acesso ao produto por meio do beta testing. Além disso, os consumidores também valorizam ter acesso às últimas novidades do mercado. Lembre-se, deixe totalmente opcional o uso da versão beta e conscientize o usuário de que o produto que você está oferecendo está sob teste. Assim, ele realizará um trabalho valioso para sua marca: usará o produto com caráter analítico.

  • Todo produto ligado à inovação enfrenta uma concorrência voraz. Sair na frente dos competidores é uma vantagem grande e o beta testing pode fazer isso pelo seu produto. O único cuidado é não atropelar o processo de desenvolvimento.

  • O beta testing pode proporcionar algumas vendas antes do lançamento oficial do produto, o que resulta em um faturamento que deve ser investido em sua melhoria. Para isso, tenha um sistema eficiente de recebimento (se quiser saber mais sobre isso, veja aqui) para obter resultados satisfatórios.

  • Tornar-se mais próximo do seu público rende muitos pontos para a sua empresa, e o beta testing serve também para estreitar seus laços com os usuários. Contudo, você precisa deixar bem claro essa intenção, caso contrário ela não se consolidará. O uso do e-mail marketing, por exemplo, é uma ferramenta que ajuda a manter a proximidade com seu cliente, principalmente informando sobre novidades do seu produto e as fases de testes.

Os contras de estar aberto ao beta testing

  • Ao colocar no mercado um beta testing, as expectativas em torno dele serão muito grandes, mesmo sendo uma versão inacabada. Caso a versão lançada fique aquém das expectativas, o público já ficará predisposto a criticá-lo quando o produto final chegar ao mercado.

  • Mostrar seu produto para toda a concorrência antes de a versão final ser lançada pode atrapalhar bastante quando você trabalha com inovação.

  • O público tende a repassar um feedback um pouco distante da avaliação técnica. Se o seu produto depende de desenvolvimento técnico, não espere esse retorno do usuário.

  • O beta testing precisa ser muito bem avaliado, caso contrário o retorno é desastroso. Se o produto ainda carecer de desenvolvimento, o público pode ficar muito frustrado com o uso por conta das falhas. Isso significa que você precisará investir em divulgação para mudar a imagem do seu produto antes do lançamento oficial.

Independentemente da sua escolha, seja consciente de que essa metodologia de avaliação não deve substituir os testes oficiais de qualidade do seu produto. Na verdade, o beta testing será uma ação complementar para fazer seus resultados terem mais sucesso.

E você, já promoveu beta testings na sua empresa? Acha que vale a pena esse tipo de teste? Compartilhe seu conhecimento nos comentários.