Com 2020 chegando ao final, os setores administrativos e financeiros de empresas já começam a fazer o planejamento estratégico para 2021. Afinal, como garantir a estabilidade e o crescimento do negócio e se permitir expandir?

Pensando nisso, confira esse guia voltado especialmente para e-commerces que desejam conquistar ainda mais espaço na internet!

5 dicas para incluir no planejamento estratégico de e-commerces

Embora as circunstâncias desse último ano tenha atrapalhado os planos de muitos empreendedores e forçado ações de emergência, é essencial que no início de cada ciclo você tenha um planejamento estratégico para atingir novos objetivos com a sua marca.

Se você tem um e-commerce, veja essas dicas de como se preparar para 2021!

1. Hiperpersonalização

O uso de dados na internet voltado para oferecer uma melhor experiência do usuário é uma técnica interessante para o seu planejamento estratégico.

Você pode utilizar essas informações para entender os hábitos dos seus clientes e fazer uma comunicação mais personalizada, por exemplo. Uma ótima maneira de fazer isso é fazendo um trabalho de e-mail marketing enviando conteúdos e produtos que tenham o seu perfil.

2. Social commerce e mobile commerce

Uma pesquisa da TIC Domicílios lançada em 2020 mostra que o acesso à internet é exclusivo pelo celular para 59% dos brasileiros. Isso significa que esta é uma ótima oportunidade para testar estratégias de mobile commerce.

Aliás, sabendo dessa nova tendência de usar mais os dispositivos móveis, as redes sociais estão dando cada vez mais espaço para as lojas virtuais. A última atualização do Instagram colocou a parte de vendas em maior evidência para o usuário, por exemplo.

3. Serviços de assinatura

Já pensou em oferecer um serviço exclusivo para os seus clientes? Isso é possível por meio de um serviço de assinatura.

Por meio dele, é possível criar conteúdos mais elaborados ou criar um clube de descontos e acúmulo de pontos. Esta última estratégia é, inclusive, uma ótima técnica para aumentar o ticket médio e fidelização.

4. Posicionamento

O que a sua marca é, o que ela pensa, quais são as causas que ela defende? O público se torna cada vez mais exigente, principalmente por conta do imenso trabalho do ativismo na internet.

O consumo consciente é uma realidade que está tomando conta dos usuários, que consideram o posicionamento do marca um fator decisivo para comprar ou não.

5. Pagamento instantâneo

Uma dica valiosa é atualizar as soluções de pagamento. Afinal, contar com uma maior variedade significa dar opções mais variadas e seguras para os seus clientes.

Com a chegada do sistema unificado do Banco Central, o Pix, a tecnologia de pagamento instantâneo irá se instalar no Brasil. Pense em como utilizá-lo para beneficiar o seu e-commerce.

Conte com as nossas soluções para fazer um planejamento estratégico que possa impulsionar seu e-commerce.