Você é proprietário de um e-commerce ou planeja abrir um? Tem dúvidas sobre como utilizar o seu site, blog e redes sociais da melhor forma para promover o seu negócio? Ou simplesmente procura expandir o seu conhecimento na área de SEO para e-commerce?

Se você respondeu sim para alguma das perguntas, significa que você precisa colocar em prática técnicas de SEO para o seu e-commerce.

Dessa forma, você terá uma página otimizada desde os códigos do site, até a forma como se comunica com seu cliente.

Para elaborar o guia a seguir entrevistamos Camila Panades, creative director e CEO da Pajaris, um e-commerce de moda de praia. A empresa se destacou como Case de Sucesso de Inbound Marketing utilizando, dentre outras estratégias, um plano de SEO muito bem definido. Confira!

Como utilizar o SEO como estratégia de negócio

Qualquer estratégia de SEO (Search Engine Optimization) tem como objetivo conseguir transformar visitantes do seu site em clientes. Preferencialmente, clientes que admiram tanto os seus produtos ou serviços, que voltarão a comprar de você.

E melhor ainda, serão divulgadores da sua marca como pequenos influenciadores. Assim, é possível entender que as estratégias e técnicas de SEO são um grande diferencial para o seu negócio online.

Para otimizar o seu site utilizando estratégias de SEO é importante ficar atento a alguns pontos. Estas são dicas valiosas de Camila Panades, da Pajaris:

  1. O Google (principal mecanismo de busca) trabalha a partir de algoritmos avançados, carinhosamente chamados de “robôs do Google”. São muitos critérios considerados, e é preciso estar alinhado a eles. Caso contrário, você estará “nadando contra a maré”.
  2. O site deve estar bem organizado e comunicando de forma clara quais são os produtos e serviços oferecidos. Somente assim os clientes vão se identificar com o seu negócio e efetivamente comprar algo de você.
  3. Além disso, o site também precisa ser rápido, e utilizar as palavras-chave corretas em diversas abas.
  4. Você também deve efetivamente utilizar estratégias de marketing digital para fidelizar seus contatos. Isso porque de nada adianta o Google mostrar o seu site nas buscas, se ao entrar nele os futuros clientes não permanecerem lá. 
  5. Por isso, a qualidade do conteúdo precisa ser de alta e relevante para o perfil daquele futuro cliente que chegou até você.

Quando você domina o SEO para e-commerce, é possível cumprir com todos estes requisitos, e assim ter um melhor ranqueamento digital.

Como começar a trabalhar com SEO para e-commerce

Entendendo a importância e conceitos iniciais sobre SEO para e-commerce, o próximo passo natural seria começar a colocar as estratégias em prática.

Por isso, vamos listar os primeiros passos que você deve seguir também para iniciar a sua estratégia de SEO bem sucedida.

Passo 1: Entenda quem é a sua persona

Uma persona se trata de um personagem o mais próximo possível do seu cliente ideal. Esta persona usualmente tem nome, idade, gênero, profissão, nível de educação e até mesmo estilo de vida.

Ser capaz de identificar quem é esta persona, sem dúvidas é o primeiro passo para quem vai trabalhar com SEO para e-commerce.

Portanto, comunique-se de forma clara e objetiva com a sua persona, identificando todas as oportunidades de conversão e venda durante o processo.

Passo 2: Utilize palavras-chave coerentes com o seu nicho de mercado

Depois de saber com quem você está falando, é preciso saber sobre o que falar, certo? Imagine a seguinte situação:

A sua persona “Maria” (e mais milhares de pessoas) estão buscando por “almofadas para decoração”, e você vende este produto na sua loja. Contudo, você está se referindo a ele como “decoração para sofás”.

Como você não está utilizando a palavra-chave correta, não será possível chegar até esta persona que você identificou.

Assim, saiba qual é o seu nicho, e realize pesquisas eficientes de palavras-chave. Existem ferramentas gratuitas e pagas para este tipo de pesquisa, sendo as mais comuns e eficientes:

a. Função de autocompletar do Google

Você já começou a digitar algo na barra de pesquisa do Google, e “magicamente” ele acerta o que você quer dizer?

Isso acontece porque os robôs do Google são extremamente eficientes e mostram nesta barra de buscas os termos mais procurados a partir da digitação de apenas uma palavra.

Com isso, é possível que você digite “almofadas” ou “decoração”, e tenha uma lista de outras palavras-chave que serão interessantes para aumentar as suas vendas online.

b. Planejador de palavras-chave do Google

Também mantido pelo Google, o Keyword Planner é uma ferramenta disponível para quem utiliza o Google Ads. Como a sua loja virtual deve realizar anúncios no Google, é bem provável que você tenha este acesso.

c. Ubersuggest

Neil Patel é um dos maiores especialistas de marketing digital do mundo. E foi a equipe dele que administra esta ferramenta.

Nela você tem acesso a listas extensas de palavras-chave que são interessantes para o seu negócio. E assim, consegue otimizar ainda mais as suas campanhas.

d. SEMRush

Sendo uma ferramenta paga e muito conhecida por quem trabalha com SEO, é possível receber informações bastante detalhadas sobre o seu site e o sucesso (ou fracasso) das ações que você toma no seu negócio quanto a SEO.

Passo 3: Finalize com a “on-page optimization” do seu site

Agora que você já sabe com quem, e o que deve comunicar nos seus canais digitais, é hora de otimizar tudo.

A chamada on-page optimization se trata de uma série de pontos a serem considerados para que o seu site seja efetivamente encontrado pelos robôs do Google. E consequentemente, seus clientes também chegarão até você.

Uma destas ações é melhorar o seu blog a partir das palavras-chave definidas, além de definir o nome de cada produto conforme estas palavras. 

Com isso você ganha produtividade, velocidade e escala para o seu negócio. Portanto, a otimização tem um papel essencial em toda a estratégia de SEO utilizada.

Pontos essenciais para realizar Otimização On-page no seu site

Ainda que seja importante você construir uma forte rede de links externos, é também essencial que a sua página seja otimizada internamente. Esta otimização trará como consequência um melhor ranqueamento nos mecanismos de busca.

Para fazer isso acontecer, além de saber quem é a sua persona e determinar as palavras-chave mais buscadas dentro do seu nicho de mercado,  é importante trabalhar com os seguintes pontos:

  1. Estrutura do site
  2. Links internos
  3. Experiência do usuário e usabilidade do site
  4. Versão mobile do site
  5. Comentários de clientes
  6. Integração com redes sociais
1. Estrutura do site

Ao criar um site para o seu e-commerce, é essencial que a arquitetura da página seja pensada e organizada. Afinal, estes pontos influenciam a usabilidade do site, ranqueamento e também as conversões de visitantes em clientes.

Tenha em mente que quanto menos cliques seus visitantes precisarem fazer, melhor para o seu e-commerce. Além disso, a autoridade da sua página cresce quando você tem um site estruturado e planejado corretamente.

Quanto mais tempo um visitante permanecer ativo no seu site, melhor para a sua empresa. E é por isso que a utilização de links internos é tão importante.

Assim, as páginas do seu site devem conter links internos para que os usuários possam facilmente permanecer acessando seus conteúdos e/ou produtos.

Contudo, cuidado para não exagerar nos links internos. Caso você coloque diversos links em um mesmo parágrafo, por exemplo, o Google pode interpretar isso como algo negativo.

3. Experiência do usuário e usabilidade do site

Seus usuários querem se sentir confortáveis no seu site. Isso significa que ao decidir comprar algo, essa ação deve ser facilmente realizada. Por outro lado, caso o futuro cliente esteja lendo algum conteúdo no seu blog, e queira realizar outra ação, devem existir botões sempre à disposição.

Para isso, crie um site que é fácil de usar, divertido e útil para solucionar as dúvidas de seus visitantes. Ao cumprir com estes pontos, seus usuários permanecerão por mais tempo no seu site. E assim, o ranqueamento do seu site também melhora.

4. Versão mobile do site

Cada vez mais, compras online são realizadas através de dispositivos móveis. Por isso, o seu site deve ser responsivo para celulares. 

Os números não mentem:

  • 31% de usuários de internet utilizam seus celulares para isso (Pew, 2012).
  • 61% dos consumidores que visitam um site que não é “mobile friendly”, acabam desistindo da compra e buscam um competidor (IAB).
  • 58% dos usuários de celulares esperam que o tempo de carregamento das páginas aconteça na mesma velocidade que um site para computador normal (Google, 2011).

Dessa forma, muitas pessoas chegarão até você através de pesquisas nos buscadores dos celulares. E se o seu site não oferecer uma boa experiência através do dispositivos que estão utilizando, rapidamente vão desistir de comprar de você.

5. Comentários de clientes

Contar com comentários reais, de clientes que já aprovaram o seu produto ou serviço é uma grande prova social e ativa gatilhos nos cérebros das pessoas.

A partir da aprovação de alguém comum, fica mais claro que a empresa disponibiliza produtos ou serviços de qualidade. E assim, as chances de ter uma compra finalizada crescem ainda mais.

6. Integração com redes sociais

Sem uma integração completa com suas redes sociais, o site do seu e-commerce não estará pronto. A interação causada a partir desta integração garante ainda mais pontos para que o SEO e todas as estratégias resultem em um melhor ranqueamento do seu site.

Para colher todos esses pontos positivos, você pode adicionar botões para acesso direto ao seu Instagram, Pinterest, Youtube ou qualquer outra rede social que esteja relacionada à sua persona.

E assim, além de crescer a relevância da sua página, você também conquista mais seguidores nas redes sociais.

Comece, erre e melhore com rapidez

Como tudo no mundo digital, as estratégias de SEO para e-commerce também são baseadas em muitas tentativas, velocidade e análise constante.

Contudo, é preciso planejar bem as suas ações! Por isso, seja ágil e organizado, e colha os resultados positivos no futuro.

Com este tipo de pensamento, o seu negócio tende a prosperar muito mais do que aqueles em que os empresários são fechados e não tentam se adaptar às tecnologias.

Portanto, aproveite ao máximo tudo que está à sua disposição, e ganhe destaque ao utilizar as estratégias corretas de SEO para e-commerce!

Escrito por Caio Nogueira, especialista em SEO e sites WordPress na UpSites.

Exibir ComentáriosOcultar Comentários

Faça um comentário